Bipolaridade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3481 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
BIPOLARIDADE, TRANSTORNO DE PERSONALIDADE BORDERLINE E TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE: SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS

Dr. Diogo Lara
1

Bipolaridade, transtorno de personalidade borderline e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade: semelhanças e diferenças
Dr. Diogo Lara, M.D., Ph.D.
Professor de Psiquiatria da PUC-RS, pesquisador em Neuropsicofarmacologia do CNPqe autor do livro Temperamento forte e bipolaridade: dominando os altos e baixos do humor. (www.bipolaridade.com.br)

Bipolaridade em um conceito amplo
Cada vez mais se entende a bipolaridade como uma entidade heterogênea e com diversos graus de intensidade. A característica comum aos vários subtipos de bipolaridade (I, II, II e ½, III, IV, V, VI, ciclotimia)1 é a desregulação ou instabilidadede humor. Enquanto o transtorno bipolar do tipo I tende a ter ciclos bem marcados e espaçados, pelo menos nos primeiros anos de doença, os tipos II, II e ½ e III tendem à maior instabilidade de humor, com menos tempo de eutimia2. Dessa forma, é grande e comum o desafio de diferenciar os quadros de bipolaridade leve daqueles de transtorno de personalidade borderline e de transtorno de déficit deatenção e hiperatividade (TDAH).

Bipolaridade e transtorno de personalidade borderline
Akiskal enfatiza a importância de se avaliar o temperamento dos pacientes, e a bipolaridade está mais associada aos temperamentos hipertímico e ciclotímico. A sobreposição de sintomas e de comorbidade entre a bipolaridade e o transtorno de personalidade borderline ocorre nos pacien3

tes com temperamentociclotímico3, caracterizado por oscilação de humor constante, alternância entre estados de alta e de baixa energia, velocidade de pensamento, alta intensidade emocional, entusiasmo em iniciar novas atividades seguido de perda de interesse. O transtorno bipolar do subtipo II e ½ mostra-se particularmente associado a traços de personalidade borderline, já que se caracteriza por um curso de oscilações rápidase breves de humor em que a hipomania geralmente não chega a 4 dias, tempo requerido pelo DSM-IV para configurar um transtorno bipolar do tipo II.1 Há várias características comuns entre o transtorno de personalidade borderline e a bipolaridade (principalmente do tipo II com temperamento ciclotímico, ciclagem rápida e sintomas mistos), como: • instabilidade do humor, disforia e irritabilidade;

•comportamentos excessivos; • relações pessoais instáveis; • ideação suicida; • baixa persistência;

• padrão de pensamento do tipo “tudo ou nada”;

• uso de substâncias psicoativas;

• piora com antidepressivos tricíclicos;

Bipolaridade e TDAH
Tradicionalmente, o transtorno bipolar é diagnosticado em adultos e o TDAH, em crianças. No entanto, na última década, a literatura tem mostradoconsistentemente que ambos os transtornos podem estar presentes desde a infância até a idade adulta. Apesar da possibilidade de se diferenciar a bipolaridade do TDAH na maioria dos casos, há um grupo de pacientes que apresenta a comorbidade, chegando a 80% ou 90% dos casos quando o surgimento de sintomas de bipolaridade ocorre ainda na infância, e de 30% a 50% dos casos quando estes se manifestamjá no início da adolescência.5 Quando a bipolaridade se inicia após os 20 anos de idade, é pouco freqüente a comorbidade com TDAH.6 Já em crianças com TDAH, entre 10% e 20% podem ter bipolaridade associada.7 Claramente, há sobreposição de sintomas entre a mania e o TDAH.8 Em ambos, ocorre: • fala excessiva; • irritabilidade; • distratibilidade; • inquietude física e excesso de energia; •desinibição ou inadequação social.

• melhora com estabilizadores de humor;

• história familiar de transtornos de humor. No entanto, outras características sugerem a ocorrência do transtorno de personalidade borderline. De acordo com o modelo de personalidade de Cloninger4, a grande diferença no transtorno de personalidade são as alterações de caráter, menos comuns nos quadros clínicos de...
tracking img