Bipolar a nova ordem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1321 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ATIVIDADE PROPOSTA
1. (Enem) Em dezembro de 1998, um dos assuntos mais veiculados nos jornais era o que tratava da moeda
única européia. Leia a notícia destacada abaixo.
"0 nascimento do Euro, a moeda única a ser adotada por onze países europeus a partir de 1° de janeiro, é
possivelmente a mais importante realização deste continente nos últimos dez anos que assistiu à derrubada
do Muro deBerlim, à reunificação das Alemanhas, à libertação dos países da Cortina de Ferro e ao fim da
União Soviética. Enquanto todos esses eventos têm a ver com a desmontagem de estruturas do passado, o
Euro é uma ousada aposta no futuro e uma prova da vitalidade da sociedade européia. A "Euroland", região
abrangida por Alemanha, Áustria, Bélgica, Espanha, Finlândia, França, Holanda, Irlanda, Itália,Luxemburgo e
Portugal, tem um PIB (Produto Interno Bruto) equivalente a quase 80% do americano, 289 milhões de
consumidores e responde por cerca de 20% do comércio internacional. Com este cacife, o Euro vai disputar
com o dólar a condição de moeda hegemônica."
A matéria refere-se à "desmontagem das estruturas do passado", que pode ser entendida como:
a. O fim da Guerra Fria, período deinquietação mundial que dividiu o mundo em dois blocos ideológicos
opostos;
b. A inserção de alguns países do Leste Europeu em organismos supranacionais, com o intuito de exercer o
controle ideológico do mundo;
c. A crise do Capitalismo, do Liberalismo e da democracia levando à polarização ideológica da antiga URSS;
d. A confrontação dos modelos socialista e capitalista para deter o processo deunificação das duas
Alemanhas;
e. a prosperidade das economias capitalistas e socialistas, com o conseqüente fim da Guerra Fria entre EUA e
URSS.
2. O modelo stalinista – implacável desde o início, como regime que ignorou totalmente a democracia, os
direitos humanos e as necessidades do povo - está morto e enterrado. (...) Tenho certeza de que sua morte
não afeta o Socialismo em si. A idéia doSocialismo sobrevive, e, a meu ver, a busca (...) continua. E, nesse
novo contexto, os princípios democráticos e humanitários deveriam ter lugar de honra."
(Mikhail Gorbatchev, 1992. Citado por Leonel Mello e Luís Costa. História Moderna e Contemporânea. Ed.
Scipione.)
O texto permite concluir:
a. A desagregação da URSS teve como conseqüência o fim do Socialismo;
b. O novo Stalinismo deverácomportar a defesa da democracia e dos direitos humanos;
c. A luta pelo Socialismo não deve temer a democracia e os direitos humanos;
d. A URSS foi a grande perdedora da Guerra Fria;
e. O Capitalismo, a partir da ação dos Estados Unidos ao longo da Guerra Fria, foi intransigente na defesa dos
princípios democráticos e humanitários.
3. (UERJ) 0 dia 12 de setembro de 1990 marcou o fim da SegundaGuerra Mundial: a Alemanha, vencida, há
quarenta e cinco anos, dividida e colocada sob a tutela de seus vencedores, encontrou através de sua
unificação a é sua soberania plena e completa. A última unidade alemã tinha sido proclamada em 1871, na
galeria dos espelhos do Palácio de Versalhes, depois de uma guerra vitoriosa contra a França.
(Adaptado de Le Monde, ó 13.09.90)
As conjunturashistóricas apresentadas no texto acima apresentam aspectos diferenciados.
Os dois momentos de unificação, no entanto, transformaram a Alemanha em:
a. Um Estado unitário, com uma representação classista de deputados;
b. Uma potência central, com um papel decisivo no equilíbrio de poder europeu;
c. Uma república federal, com um regime parlamentar e uma constituição liberal;
d. Uma nação democrática,com suas instituições liberais ampliadas do oeste para o leste.
4. (UFMG) Indique a alternativa que apresenta fatos que se inter-relacionam e dizem respeito à conjuntura
internacional da década de 1990.
a. A criação da CEI, o desmembramento da Tchecos-lováquia e a guerra civil da Iugoslávia.
b. A Guerra Civil Espanhola, a Revolução dos Cravos em Portugal e a emergência do fascismo na Itália....
tracking img