Biorgenetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 47 (11599 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Bioenergética

BIOENERGÉTICA
Paulo J. M. Santos1

Introdução Sistema dos Fosfagénios Glicólise Oxidação Funcionamento integrado dos sistemas energéticos Principais conclusões da literatura acerca dos 3 sistemas energéticos Calorimetria indirecta Métodos de determinação do metabolismo aeróbio • • Consumo Máximo de Oxigénio Limiar Anaeróbio (LAN)

Referências

1

Professor associado daFCDEF-UP e regente da cadeira de Fisiologia Geral.

1

Bioenergética

Introdução
A Bioenergética constitui um dos principais blocos temáticos da Fisiologia, sendo essencialmente dedicada ao estudo dos vários processos químicos que tornam possível a vida celular do ponto de vista energético. Procura, entre outras coisas, explicar os principais processos químicos que decorrem na célula eanalisar as suas implicações fisiológicas, principalmente em relação ao modo como esses processos se enquadram no conceito global de homeostasia2. A compreensão daquilo que significa “energia” e da forma como o organismo a pode adquirir, converter, armazenar e utilizar, é a chave para compreender o funcionamento orgânico tanto nos desportos de rendimento, como nas actividades de recreação e lazer. Oestudo da bioenergética permite entender como a capacidade para realizar trabalho (exercício) está dependente da conversão sucessiva, de uma em outra forma de energias. Com efeito, a fisiologia do trabalho muscular e do exercício é, basicamente, uma questão de conversão de energia química em energia mecânica, energia essa que é utilizada pelas miofibrilas3 para provocar o deslize dos miofilamentos,resultando em acção muscular e produção de força. Para compreender as necessidades energéticas de qualquer modalidade desportiva, tanto a nível do treino como da competição, é importante conhecê-la profundamente. O sucesso de qualquer tarefa motora pressupõe que a conversão de energia seja feita eficazmente, na razão directa das necessidades energéticas dos músculos esqueléticos envolvidos nessaactividade. Será importante referir que o dispêndio energético depende de vários factores, entre os quais podemos referir a tipologia do exercício, a frequência, a duração e intensidade, os aspectos de carácter dietético, as condições de exercitação (altitude, temperatura e humidade), a condição física do atleta e a sua composição muscular em termos de fibras (tipo I e II). Referindo-se àavaliação da performance, alguns investigadores classificam as actividades em 3 grupos distintos - potência, velocidade e resistência (endurance) - aos quais associam um sistema energético específico, respectivamente, os fosfatos de alta energia, a glicólise anaeróbia e o sistema oxidativo. Como exemplos ilustrativos deste tipo de actividades podemos referir o lançamento do peso (potência), a corrida de400m
2

Refere-se ao estado de equilíbrio no organismo com respeito a diversas funções e composições químicas dos líquidos e tecidos. É o conjunto de processos através dos quais se mantém o equilíbrio corporal.
3

Feixes de delicadas fibrilas longitudinais envolvidas por retículo sarcoplasmático e localizadas no interior de uma fibra muscular esquelética. As fibrilas são constituídas,essencialmente, por miofilamentos ultramicroscópicos espessos (miosina) e delgados (actina).

2

Bioenergética

(velocidade) e a maratona (resistência). Os dois primeiros sistemas energéticos são designados de anaeróbios4, o que significa que a produção de energia nas modalidades que os utilizam preferencialmente não está dependente da utilização de oxigénio. Já a produção de energia no sistemaoxidativo decorre na mitocôndria e só é possível mediante a utilização de oxigénio, razão pela qual se denomina este tipo de sistema de aeróbio. Deste modo, o sucesso e a operacionalidade de cada um dos grupos de actividade encontra-se dependente do funcionamento do sistema energético preferencialmente utilizado, razão pela qual faremos de seguida uma caracterização bioenergética sumária de cada...
tracking img