Biologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PEROXISSOMA
Caracterização:
Os peroxissomas foram descritos pela 1ª vez, por Rodhin (1954), em células de ratos, sendo então designados por “microbodies”. Contudo a suacaracterização bioquimica ficam a dever-se a De Duve e colaboradores.
Em 1966 De Duve propôs a designação de peroxisoma, salientando a existencia simultânea de duas classes de enzimasoxidase produtores de peróxido de hidrogénio (água oxigenada) e catalases. Posteriormente os peroxissomas foram identificados em diversas células animais e vegetais.
Os peroxissomasformam-se a partir do reticulo, enceram oxidades e catalases, as quais, frequentemente se condensam em corpos de estrutura cristalina.
Os peroxissomas são pequenas vesiculasmembranares, esféricas ou ovoides, a sua matriz apresenta-se habitualmente com uma textura finamente granular e contendo um corpo denso no qual se reconhece uma estrutura cristalina,designado por cristaloide. O cristaloide resultaria da cristalização progressiva da catalase ou oxidase existente na matriz.
Funções:
De uma forma geral, os peroxissomasparticipam na oxidação de substratos em presenca de oxigénio molecular e em seguida, realizam a decomposição do peroxido de hidrogénio proveniente daquelas oxidações.
Esta competenciabioquimica dos peroxissomas é utilizada por diferentes tipos celulares com diversos objectivos. Nas células vegetais, participam na fotorrespiração e promovem a conversão de lipidosem glúcidos, quando da germinação de sementes de oleaginosas.
Esta operação inclui a beta-oxidação dos ácidos gordos, que se realiza igualmente no figado, no rim e em outrosorgãos mamiferos.
Nos animais, os peroxissomas intervêm em segmentos catabólicos de purinas, oxidação de etanol e anabólicos (sintese de ácidos biliáres e sintese de colesterol).
tracking img