Biografia de hegel

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1468 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Friedrich Hegel
A história como autorrealização. Era assim a perspectiva que o filósofo alemão Hegel tinha do andamento da humanidade. Para ele, a história caminha dentro de um progresso inevitável, num processo dialético em que o objetivo é a descoberta do sentido da vida. O núcleo do pensamento hegeliano, o método dialético, seria décadas após a morte de seu criador utilizado por Karl Marxpara fundamentar sua utopia comunista.
Hegel viveu numa das épocas mais transformadoras do mundo. A Independência dos Estados Unidos, a Revolução Francesa e a Revolução Industrial construíram o cenário sobre o qual sua vida se passou. Sua filosofia baseada na dialética permitiu a ele guinadas radicais em seus pensamentos políticos. Quando jovem viu com satisfação a Revolução Francesa e seusdesdobramentos como prova de que o andamento da história operava de acordo com o método dialético que preconizou. Na velhice, elogiou o arquiconservador estado prussiano.
A definição da dialética
Toda verdade ou pensamento realmente lógico tem três aspectos. Primeiro, o aspecto abstrato ou compreensível, que indica o que uma coisa é. Segundo, sua negação dialética, que diz o que ela não é. Terceiro, oespeculativo – que é a compreensão concreta: “A” é ao mesmo tempo aquilo que não é. Esses três aspectos não constituem os três aspectos da lógica; são antes momentos de tudo que possui realidade e verdade lógica. São partes de todo conceito filosófico. Todo conceito é racional, é uma abstração oposta a outra e é abrangida por uma unidade com seu oposto.
Enciclopédia das ciências filosóficas, 1
Afilosofia que Hegel desenvolveu é de difícil compreensão. Ele próprio admitiu que “apenas um homem me entende, e mesmo ele não o consegue”. Em seus textos ou mesmo em suas aulas na universidade suas explicações são complexas e tortuosas. Durante sua vida ele produziu ideias sobre estética, filosofia da religião e sua famosa filosofia da história, fundamentada no processo dialético. Conheça naspróximas páginas mais sobre a vida e obra desse importante filósofo alemão.

A juventude de Hegel
Georg Wilhelm Friedrich Hegel nasceu em 27 de agosto de 1770, em Stuttgart, na Alemanha. A época do seu nascimento é uma das mais fecundas intelectualmente e agitada politicamente na Europa. O continente vivenciava a atmosfera da véspera da Revolução Francesa, Immanuel Kantdesenvolvia sua impactantefilosofia metafísica, o Romantismo produzia suas primeiras obras e a Revolução Industrial começava a mudar as relações econômicas e sociais.
Nesse ambiente, ele cresceria e produziria uma das mais complexas, herméticas e impactantes obras da filosofia. Tão difícil de ser compreendida, que o filósofo alemão Arthur Schopenhauer, uma das mentes mais brilhantes da época, comentou: “o cúmulo da audáciaem oferecer um puro despropósito, em juntar labirintos de palavras sem sentido e extravagantes, antes vistas apenas em hospícios, foi finalmente alcançado em Hegel, tornando-se o instrumento da mais desavergonhada mistificação geral jamais ocorrida, com resultados que parecerão fabulosos à posteridade e permanecerão como um monumento à estupidez alemã”.
A infância de Hegel foi marcada por doençase tragédias. Aos seis anos de idade a varíola quase o matou e deixou marcas em toda a sua pele. Quando tinha onze anos, uma grave febre acomete toda a sua família e acaba matando sua mãe. Na adolescência foi a malária que o deixou acamado pro vários meses. O jovem Hegel cresceu lendo muito e de tudo. De literatura a periódicos, todos os assuntos lhe interessavam, o que fez dele uma das pessoasmais eruditas de seu tempo. Erudição que iria transparecer em suas obras filosóficas numa montanha de citações e referências, algumas às vezes com erros desprezíveis que sinalizaram que ele utilizava sua memória enciclopédica para inseri-las sem recorrer às fontes.
Órfão de mãe e com um pai que foi ao que parece um tanto distante, Hegel desenvolveu uma grande afeição por sua irmã Christiane,...
tracking img