Biodiversidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4453 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]

BIODIVERSIDADE

ALINE DA SILVA LEONARDO
CAMILA DIAS PINAFFI
MAIRA BRAGHIN CHRISTOVAM

PRESIDENTE PRUDENTE – SP
2011
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO

2. BIODIVERSIDADE

2.1. Definições
2.2. Abordagens
2.3. Mensuração
2.3.1. Listas de espécies (riqueza)
2.3.2. Índices de diversidade e equitabilidade
2.3.3. Modelos de abundância
2.4. Serviços dos Ecossistemas
2.5. ValorEconômico
2.6. Estatuto Jurídico
2.7. Padrões Biogeográficos
2.8. Hotspot
2.9. Amazônia

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS

4. REFERENCIAL BIBLIOGRÁFICO

1. INTRODUÇÃO

A biodiversidade é necessária para a saúde biológica da Terra porque faz com que os ecossistemas sejam mais elásticos. Como há um equilíbrio dinâmico no planeta, onde uma comunidade, espécies e ecossistemas diferem geneticamente,o que as fazem muito mais fortes e com isso suportam melhor as perturbações.
A biodiversidade é a base das atividades agrícolas, pecuárias, pesqueiras e florestais e, também, a base para a estratégica indústria da biotecnologia. As funções ecológicas desempenhadas pela biodiversidade são ainda pouco compreendidas, muito embora considere-se que ela seja responsável pelos processos naturaise produtos fornecidos pelos ecossistemas e espécies que sustentam outras formas de vida e modificam a biosfera, tornando-a apropriada e segura para a vida. A diversidade biológica possui, além de seu valor intrínseco, valor ecológico, genético, social, econômico, científico, educacional, cultural, recreativo e estético. Com tamanha importância, é preciso evitar a perda da biodiversidade.

2.BIODIVERSIDADE

2.1. Definições

O conceito de biodiversidade se refere a toda a variedade de vida representada por genes, espécies e ecossistemas. A biodiversidade é resultado do processo da evolução e das relações entre cada um dos componentes que a constituem.
Na “Convenção da Diversidade Biológica” apresentada na Eco92, biodiversidade é definida como “a variabilidade deorganismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e ecossistemas” (Artigo 2).
Como não há uma definição consensual de biodiversidade, pode também ser definida como a variedade e avariabilidade existente entre os organismos vivos e as complexidades ecológicas nas quais elas ocorrem. Ela pode ser entendida como uma associação de vários componentes hierárquicos: ecossistema, comunidade, espécies,populações e genes em uma área definida. A biodiversidade varia com as diferentes regiões ecológicas, sendo maior nas regiões tropicais do que nos climas temperados.
Refere-se,portanto, à variedade de vida no planeta Terra, incluindo a variedade genética dentro das populações e espécies, a variedade de espécies da flora, da fauna, de fungos macroscópicos e de microrganismos, a variedade de funções ecológicas desempenhadas pelos organismos nos ecossistemas; e a variedade de comunidades, habitats e ecossistemas formados pelos organismos.
A biodiversidade refere-se tantoao número (riqueza) de diferentes categorias biológicas quanto à abundância relativa (equitatividade) dessas categorias. Pode ser dividida em nível genético (diferenças moleculares), de espécies (e outros níveis taxonômicos) e de ecossistemas (diversidade alfa, beta e gama). Ela inclui, assim, a totalidade dos recursos vivos, ou biológicos, e dos recursos genéticos, e seus componentes.Para os biólogos geneticistas, a biodiversidade é a diversidade de genes e organismos. Eles estudam processos como mutação, troca de genes e a dinâmica do genoma, que ocorrem ao nível do DNA e constituem, talvez, a evolução.
Para os biólogos zoólogos ou botânicos, a biodiversidade não é só apenas a diversidade de populações de organismos e espécies, mas também a forma como estes...
tracking img