Behaviorismo i e ii

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
INSTITUTO MACAPAENSE DO MELHOR ENSINO SUPERIOR
COLEGIADO DE PSICOLOGIA
HISTÓRIA DA PSICOLOGIA




SEBASTIANA VALADARES CAVALCANTEE





RESUMO








MACAPÁ
2011
SEBASTINA VALADARES CAVALCANTE











RESUMO















MACAPÁ
2011
O BEHAVIORISMO

O ESTUDO DO COMPORTAMENTO

Behaviorismo (comportamentalismo, ainda análisecomportamental, entre outros termos) surgiu com o americano John Watson, num artigo em 1913. Com o Behaviorismo, Watson dava o tão desejado objeto de estudo da psicologia, definido-a como ciência e rompendo seus braços com a filosofia. Watson também defendia uma perspectiva na qual o comportamento deveria ser estudado como uma função de certa variáveis do meio, ou seja, estímulos que levam o organismoa dar certas respostas, uma vez que os organismos se ajustam ao meio através da hereditariedade e a formação de hábitos. Hoje, o behaviorismo é muito mais que um comportamento. Ele é o estudo das interações entre o indivíduo e o ambiente, entre as respostas do indivíduo e as estimulações. Podemos argumentar o termo resposta e estímulo em decorrência do um método experimental e analítico, e pelofato de serem termos populares e históricos.

A ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO

O Behaviorismo de B. F. Skinner (1904-1990) ou Behaviorismo radical é uma linha de estudo da filosofia da ciência do comportamento a partir da análise experimental do comportamento.

• COMPORTAMENTO RESPONDENTE
O comportamento respondente ou reflexo é aquele cujas respostas são causadas por estímulosantecedentes do ambiente e o comportamento é involuntário. Esses comportamentos ocorrem devido a interação ambiente-sujeito, ou seja, ações do ambiente levam a determinadas respostas do sujeito. Mas pode ser que as interações sejam provocadas por estímulos que não eliciavam respostas em determinados organismos. Quando tais estímulos são temporalmente pareados com estímulos eliciadores podem, emcertas condições, eliciar respostas semelhantes às destes. A essas novas interações chamamos também de reflexos, que agora são condicionados devido a uma história de pareamento, o qual levou o organismo a responder a estímulos que antes não respondia.


• COMPORTAMENTO OPERANTE

Com o desenvolvimento de seus estudos, Skinner desenvolveu outro tipo de comportamento: o Comportamento Operante.Esse comportamento caracteriza a maioria de nossas interações com o meio. O comportamento operante é aquele que age ou faz efeito sobre o mundo, seja diretamente ou não. Este comportamento leva ao estudo de uma aprendizagem. O que propicia a aprendizagem dos comportamentos é a ação do organismo sobre o meio e o efeito dela resultante (a satisfação de alguma necessidade), ou seja, a aprendizagemestá na relação entre uma ação e seu efeito. Esse comportamento pode ser escrito como [pic], onde [pic] é a resposta do sujeito, [pic] é o estímulo reforçado e a seta significa “leva a”. Esse estímulo reforçado é chamado de reforço. Podemos dizer assim que a interação ambiente-sujeito é uma relação fundamental, pois agimos e operamos sobre o mundo em função das conseqüências criadas pelas nossasações.

• REFORÇAMENTO

Reforço é a conseqüência, devida a resposta, que altera a probabilidade futura de ocorrência dessa resposta. Ele pode ser positivo ou negativo. O reforço positivo é a qualquer evento que aumenta a probabilidade futura da resposta que o produz. Já o negativo é o evento que aumenta a probabilidade futura da resposta que o remove ou atenua. Deixando mais claro, o reforçopositivo é aquele que oferece alguma coisa ao organismo, enquanto que o negativo permite a retirada de algo indesejável. Alguns eventos tendem a serem reforçadores para toda uma espécie. Estes são chamados de reforço primário. Já o reforço secundário é aquele que adquiram a função quando pareado temporariamente com o reforço primário.

Dentro do reforço negativo existe dois destaques: a...
tracking img