Behaviorismo radical

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6231 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MARISTELA APARECIDA MENDONÇA NASCIMENTO





























BEHAVIORISMO RADICAL E MUSICOTERAPIA
































CURITIBA


2012


1. BEHAVIORISMO RADICAL


Behaviorismo (Behaviorism em inglês, de behaviour (Reino Unido) ou behavior (USA): (comportamento, conduta), é o conjunto das teoriaspsicológicas que postulam o comportamento como o mais adequado objeto de estudo da Psicologia.


O impacto de Skinner na Psicologia provocou o aumento dos programas comportamentais de treinamento. O grande interesse pelo behaviorismo é paralelo ao número crescente de instituições que utilizam técnicas de modificação de comportamento, mudando antes comportamentos específicos do que atitudesglobais.


Skinner baseia seu trabalho nos comportamentos observáveis das pessoas e dos animais. Sua aversão e a desconfiança de explicações mentais, subjetivas, intervenientes ou “fictícias” levaram-no a propor formas distintas de observação, discussão e compreensão da personalidade.






2. HISTÓRIA PESSOAL


Burrhus Frederic Skinner (1904-1990) nasceu e cresceu emSusquehanna, Pensilvânia, uma pequena cidade no nordeste do Estado. Seu pai exercia a advocacia. Lembra que seu lar era “quente e estável. Vivi na casa em que nasci até ir para o colégio” (Skinner, 1967a, p. 387).


Sua fascinação de garoto por invenções mecânicas prenunciou seu interesse posterior em modificação de comportamento observável.


Após completar seu curso em HamiltonCollege voltou para casa e tentou tornar-se escritor, porém os resultados foram desastrosos. Foi para Nova York por seis meses e, na volta entrou na Faculdade de Psicologia de Harvard. Seu fracasso pessoal como escritor levou-o a uma desconfiança generalizada do método de observação literário. Continuava interessado no comportamento humano, mas se voltaria para o método científico.


Alunoestudioso e assíduo, em contraste com sua atitude como colegial, após receber seu Ph.D. trabalhou durante cinco anos na Faculdade de Medicina de Harvard, fazendo pesquisas com o sistema nervoso de animais. E 1936 aceitou um cargo de professor na Universidade de Minnesota, onde ensinou Psicologia Experimental e Introdução à Psicologia.


Em 1938 publicou O Comportamento de Organismos, quefirmou Skinner como um importante teórico de aprendizagem e estabeleceu os fundamentos de suas publicações subseqüentes.


Após nove anos aceitou a chefia do departamento de Psicologia da Universidade de Indiana e, três anos depois transferiu-se para Harvard.


Em 1948 escreveu um romance, Walden Two, no qual descreve uma comunidade utópica baseada nos princípios de aprendizagem quedefendia. Este livro constituiu-se numa aventura de autoterapia onde Skinner esforçou-se para reconciliar dois aspectos do seu próprio comportamento representados por Burris e Frazier (os principais personagens do romance).


Skinner escreveu vários outros livros que são importantes para compreender sua visão da personalidade e comportamentos humanos. Estes incluem: Ciência eComportamento Humano (1953), Cumulative Record (1959, 1961, 1972), The Technology of Teaching (1968), O Mito da Liberdade (1971) e About Behaviorism (1974).






2.1 Antecedentes intelectuais


Skinner diz como Francis Bacon o fizera antes: “‘Estudei a natureza e não os livros’, propondo questões sobre o organismo e não àqueles que estudaram o organismo... estudei Bacon enquanto organizavameus dados... classifico não pela classificação, mas para revelar propriedades’’ (Skinner, 1967a, p. 409). Esta posição levou Skinner a começar com experimentação cuidadosa de laboratório e com acumulação de dados comportamentais visíveis.


A possível riqueza da personalidade humana é a base sobre a qual repousam firmemente todas as proposições de Skinner.






2.2 Darwinismo...
tracking img