Aulas temas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (299 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A obra Do Contrato Social, publicada em 1762, propõe que todos os homens façam um novo contrato social onde se defenda a liberdade do homem baseado na experiência políticadas antigas civilizações onde predomina o consenso, garantindo os direitos de todos os cidadãos, e se desdobra em quatro livros.
No primeiro livro “Onde se indaga como passao homem do estado natural ao civil e quais são as condições essenciais desse pacto”, composto de nove capítulos. Primeiramente se aborda a liberdade natural, nata, do serhumano, como ele a havia perdido, e como ele haveria de a recuperar. Dessa forma, já no quarto capítulo, Rousseau condena a escravidão, como algo paradoxal ao direito. Aconclusão é que, se recuperando a liberdade, o povo é quem escolhe seus representantes e a melhor forma de governo se faz por meio de uma convenção.
Essa convenção é formada peloshomens como uma forma de defesa contra aqueles que fazem o mal. É a ocorrência do pacto social. Feito o pacto, pode-se discutir o papel do “soberano”, e como este deveria agirpara que a soberania verdadeira, que pertence ao povo, não seja prejudicada. Além de uma forma de defesa, na verdade o principal motivo que leva à passagem do estado naturalpara o civil é a necessidade de uma liberdade moral, que garante o sentimento de autonomia do homem.Sir Richard Branson, fundador do Virgin Group, que se compõe de mais de300 empresas, apresentou-se no Fórum Mundial de Sustentabilidade, que se realizou em Manaus, em março de 2011. Na questão da sustentabilidade, argumentou que cada empresaprecisa ser “uma força para o bem, para fazer o certo, não somente uma máquina de fazer dinheiro” e que não se pode “depender dos governos para resolver os problemas do mundo”.
tracking img