Aula de tga

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1011 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UCB
Gestão Empresarial

FUNDAMENTOS DE ADMINISTRAÇÃO
AULAS 6 E 7: 16 E 23-SET DE 2011

2.2. Organização
“É a função da administração que distribui tarefas e recursos pelos membros da organização, que determina quem tem autoridade sobre quem, e quando e onde se devem tomar decisões.” (SOBRAL; PECI, 2007)


2.2.1. Processo de Organização
É o processo de dividir, integrar e coordenar asatividades e os recursos organizacionais de forma a alcançar os objetivos definidos. O desenho da estrutura organizacional é o resultado final do processo de organização.


2.2.2. Autoridade, Responsabilidade, Delegação e Poder
• Autoridade: direito formal e legítimo de decidir e de dirigir pessoas e recursos na execução das tarefas.


• Responsabilidade: dever de executar a tarefaatribuída e de prestar contas pelos resultados do trabalho.

• Delegação: transferência de determinado nível de autoridade para os membros organizacionais em níveis hierárquicos inferiores, criando correspondente compromisso pela execução da tarefa delegada.

• Poder é concebido como a capacidade de agir do indivíduo, e também como a capacidade de determinar o comportamento de outroindivíduo.

A autoridade não é a única manifestação de poder nas organizações. O conceito de poder é mais abrangente que o conceito de autoridade, já que pessoas sem nenhuma autoridade têm, às vezes, muito poder na organização. Quem tem autoridade, tem poder. Porém, nem todo poder deriva da autoridade.


O poder se refere à capacidade de exercer influência sobre uma pessoa ou grupo e dealterar seu comportamento (exemplo: A tem poder sobre B, já que pode levar B a fazer algo que B, de outra maneira, não faria.). Além disso, o poder supõe uma relação de dependência.


Com base nessa definição, é possível destacar diferentes tipos de poder. É importante ressaltar que distingue um tipo de poder de outro é a relação de dependência entre o detentor do poder e os possíveisreceptores do poder.
o Poder coercitivo: poder de punir ou recomendar punição.
o Poder de recompensa: resulta da capacidade de recompensar os outros.
o Poder legítimo: decorrente da posição hierárquica detida, ou seja, da posse da autoridade formal.
o Poder de competência: resulta do conhecimento especial ou de sua habilidade a respeito das tarefas desempenhadas peloscolaboradores.
o Poder referente ou carismático: deriva das características da personalidade do administrador que despertam o respeito e a admiração pelos colaboradores, a fim de que eles queiram seguir seus exemplos.


2.3. Direção
“É a função da administração responsável pela orientação das pessoas para um propósito comum. Para isso, é necessário entender suas necessidades, motivá-las,liderá-las e criar condições de trabalho para que elas sintam satisfeitas e comprometidas com a organização.” (SOBRAL; PECI, 2007)

A compatibilização dos objetivos individuais com os objetivos organizacionais é um dos principais desafios do administrador. Ao contrário das demais funções da administração, a Direção é um processo interpessoal.


2.3.1. Motivação
Motivação é a vontade de alcançarobjetivos organizacionais ou ir além do dever. A motivação está relacionada ao conjunto de estímulos que desperta no indivíduo o desejo saudável de atingir os objetivos organizacionais.

Motivação para o trabalho é um estado psicológico de disposição, interesse ou vontade de alcançar objetivos organizacionais. (MAXIMIANO, 2004)




2.3.2. Liderança
No contexto da Administração, “liderançapode ser definida como o processo social de dirigir e influenciar o comportamento dos membros da organização, levando-os à realização de determinados objetivos.” (SOBRAL; PECI, 2007)

Mesmo com todas as técnicas e teorias a dispor dos administradores, nem todos obtêm os mesmos resultados na motivação de seus colaboradores, porque não são líderes eficazes. Daí, a diferença entre líderes e...
tracking img