Aula 2 de poii

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3510 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Disciplina: PRO708 - Pesquisa Operacional II Prof. Lásara Rodrigues Departamento de Engenharia de Produção, Administração e Economia Escola de Minas Universidade Federal de Ouro Preto Aula Prática 1 1. Introdução à simulação Em um mundo de crescente competitividade, a simulação se tornou uma ferramenta muito poderosa para planejamento, projeto e controle de sistemas. Não mais renegado ao postode último recurso, ela é vista como uma metodologia indispensável de solução de problemas para engenheiros, projetistas e gerentes (Pegden, 1991). Segundo Law e Kelton (2000), a simulação é um método em que poderemos realizar experiências em sistemas complexos sem necessidade de observar o sistema real, construindo um modelo matemático do sistema e efetuando experiências com o modelo nocomputador, devido à relativa simplicidade na utilização, e grande aplicabilidade. O avanço nas metodologias tornou a simulação uma das mais largamente usadas e aceitas ferramentas na Pesquisa Operacional (Banks et al., 1999). Law e Kelton (2000) associaram o aumento da popularidade de modelos de simulação a facilidade do uso de animação, que é uma representação visual do modelo, e ao aumento decredibilidade junto aos tomadores de decisão que a animação proporciona. Segundo Pegden (1990), criador do software de simulação ARENA, a simulação é uma das mais poderosas ferramentas de análise disponíveis para os responsáveis por projeto e operação de processos complexos ou sistemas. 2. O Software ARENA A partir da década de 80, a simulação passou a explorar o potencial do computador pessoal e surgiu achamada simulação visual, ou seja, desenhos em perspectiva, modelos tridimensionais, fotografia ou outras técnicas de representação gráfica ou visual que ajudem a simular paisagens reais ou projetadas, em diferentes condições e pontos de vista. Existem hoje inúmeros programas com esta habilidade, dentre os quais destaca-se o ARENA. O ARENA foi lançado em 1993 e, possui um conjunto de blocos quesão utilizados para descrever uma aplicação real. Além de permitir a construção de modelos de simulação, o ARENA possui ainda as seguintes ferramentas: analisador de dados de entrada, analisador de resultados, visualizador da simulação e execução em lotes (Prado, 1999). Umas das áreas da simulação é justamente a simulação de processos, categoria na qual se enquadra o ARENA. Por processos,entende-se uma situação onde elementos estáticos, formando um ambiente bem definido com suas regras e propriedades, interage com elementos dinâmicos, que fluem dentro desses ambientes. Assim, a simulação de processos permite que se faça uma análise do sistema em questão sem a necessidade de interferir no mesmo. Todas as mudanças e consequências, por mais profundas que sejam, ocorrerão apenas com o modelocomputacional e não com o sistema real. No caso do ARENA, as vantagens oferecidas beneficiam qualquer setor, independente da

1

sua relação e funcionamento permitindo sua utilização em diferentes sistemas como mineradoras, aeroportos e manufaturas. Os principais passos de uma modelagem utilizando o software ARENA: Criar um modelo básico: Corresponde ao “corpo” do processo em análise,composto por módulos que representaram as etapas necessárias para a realização da atividade ou produção de um componente. A partir do mesmo são estruturadas as ações, operadores, custos, tempos envolvidos seguindo um fluxo de informações contínuo e lógico. O ARENA permite armazenar variáveis e definir comportamentos para o sistema como exemplo uma falha ou manutenção. Correções no modelo: Com a ajudados componentes disponíveis no ARENA é possível identificar erros, processos desnecessários ou em condições indesejáveis, obtendo-se um modelo claro, eficiente e conciso. Para uma melhor visualização pode-se inserir imagens facilitando a compreensão do modelo. Simular o modelo: Ao concluir o modelo básico, segue-se a etapa de simulação onde diversas mudanças podem ser testadas sem um alto custo...
tracking img