Atuarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4822 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Noções de Cálculos Atuariais
Conteúdo Programático
1) Histórico, campo de aplicação.
2) Noções sobre cálculos de prêmios.
3) Aspectos fundamentais, das populações humanas.
4) Tábuas de mortalidade.
5) Planos de benefícios
6) Planos de contas de Seguradora.
7) Normas e procedimentos contábeis de empresas de seguro.
8) Cálculo e cobertura das provisões técnicas.9) Capital limites e margens para funcionamento.
10) Limites de retenção.
11) Eventos contábeis de seguros.
12) Demonstrações contábeis de empresas seguradoras.
13) Informações à Susep.
15/03/2012
Seguros
Separado em vida não-vida
História do Seguro
Origem: Babilônia 23.000 A.C. com vendedores de camelo que atravessavam o deserto .
Na Antiguidade
Mesopotâmia há mais de5.000 anos com os comerciantes marítimos para perda de carga (naufrágio ou roubo).
Idade Média
Século XI – contrato marítimo a partir de 1.400 na Itália com agricultores.
Idade Moderna
O crescimento dos centros urbanos criou o seguro de vida.
Matematização do Seguro
O médico italiano Giovani Cardano (1500 – 1571) estudou a probabilidade de ganho em jogos de dados, gamão e corrida de cavalos.Por volta de 1.690 o astrônomo inglês Edmond Halley (1655-1742) construiu tabelas minuciosas de probabilidade de morte.

O Seguro no Brasil
Primeira seguradora brasileira é a Companhia de Seguros Boa Fé, fundada na Bahia em 1808.
Em 1.860 surgem as primeiras regulamentações relativas à obrigatoriedade de apresentação de balanço e outros documentos.
Em 1.901 foi criada a Superintendência Geralde Seguros subordinada ao Ministério da Fazenda.
Sistema Nacional de Seguros Privados

Contrato de Seguro
É um acordo pelo qual o segurado, mediante o pagamento de um prêmio, garante para si ou seus beneficiários, indenizações de eventuais prejuízos.

Características do contrato
Bilateral
Oneroso
Aleatório
Solene

Instrumentos do contrato
Proposta
Apólice

Custos de distribuição
Éo custo com despesas de comercialização.

Cosseguro / resseguro
É a pulverização do risco.
Cosseguro – distribuição entre duas ou mais seguradoras.
Resseguro – o segurador transfere ao ressegurador os valores que exceder à sua capacidade econômica.
PESQUISA INTERNET 15/03/2012
Dá-se o nome de seguro (do latim "securu") a todo contrato pelo qual uma das partes, segurador, se obriga aindenizar a outra, segurado, em caso da ocorrência de determinados sinistro, em troca do recebimento de um prêmio de seguro

História do seguro
O homem sempre esteve preocupado com a estabilidade de sua existência. Por sofrer as conseqüências das variações climáticas e dos perigos da vida, desde a antiguidade procurava se organizar em grupos para ter mais força e garantir o sustento e a segurança. Como tempo, a evolução das atividades comerciais mostrou a necessidade de proteção também contra os prejuízos financeiros. E foi dessa forma, justamente buscando garantir as finanças e diminuir a insegurança nas atividades cotidianas, que surgiu o seguro. O seguro nasceu da necessidade do homem em controlar o risco. Existem indícios que já na Babilônia, 23 séculos antes decristo, caravanas de cameleiros que cruzavam o deserto mutualizavam entre si os prejuízos com morte de animais. Na China antiga e no Império Romano também havia seguros rudimentares, através de associações que visavam ressarcir membros que tivessem algum tipo de prejuízo.
Os comerciantes chineses que se aventuravam a transportar as suas mercadorias instalando-as em débeis embarcações que desciam pelas correntezas dos grandesrios continentais e que, para evitar a ruína de alguns deles, distribuíam-nas de modo a que cada barco contivesse uma parte de cada comerciante, estavam aplicando o principio básico do seguro. Se uma embarcação naufragava, a perda correspondia a uma pequena parte dos bens de cada um. O mesmo se pode dizer dos comerciantes árabes, que para cruzar os desertos e lugares inóspitos distribuíam os...
tracking img