Atps 2 trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Curso: Administração 1º Série
Professor: Agaide
Acadêmicos:

Antonio Marcos Vieira

TEMPO


SÃO JOSÉ
2012
1 INTRODUÇÃO
O Tempo passa de forma igual para todos, nãoimportando o que cada um faça. Como não podemos controlar o relógio, devemos nos planejar e nos organizar em torno dele. A forma com que tratamos o tempo afeta diretamente o sucesso da empresa.
Neste trabalho colocaremos a relação entre o tempo e a negociação, como o tempo a influencia e como a pressa ou demora podem fazer com que uma organização se favoreça ou se prejudique com a negociação. O tempopode favorecer qualquer uma das partes dependendo da circunstância.

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 Tempo

Na negociação, o tempo deve ser cuidadosamente analisado, verificando-se como ele afeta o processo. O tempo deve ser o ponto de apoio para se projetar o negocio e consequentemente satisfazer os envolvidos, além de permitir a conclusão de que é ilimitado, podendo, entretanto, sercontrolado. É possível perceber que a questão tempo é variável essencial no processo de negociação. Alguns, como os britânicos, o levam muito a sério, outros, como os brasileiros, não se incomodam muito com os prazos.

Na verdade, o limite de tempo é definido por quem negocia, se tornando mais flexível do que se imagina. Como o produto de uma negociação, os prazos também podem ser negociáveis.Geralmente, constata-se que as concessões feitas em uma negociação acontecem o mais próximo possível dos prazos finais, senão depois de expirados. E enquanto mais próximo do fim, maior é a pressão do tempo, atenção de fazer concessões de um acordo, que tenderá a não ser tão satisfatório. No entanto, como pode ser feito exatamente o controle de tempo em um a negociação? 
Negociar é preciso:

- Serpaciente, já que as principais concessões e acordos bem feitos acontecem, na maioria das vezes, nos instantes finais da negociação. Assim, suportar a tensão até o fim, sem fugir nem lutar, além de uma demonstração de força, normalmente leva aos melhores resultados;

- Ser ponderado, sabendo avaliar os benefícios e os prejuízos, de se cumprir ou ultrapassar um prazo determinado, tendo a flexibilidadede obedecer ou não o tempo limite;

- Ser tranquilo, controlando as emoções que surgem ao final do prazo estipulado, e quando o acordo ainda não surgiu. A pressão exercida nesses momentos também deve ser controlado com tranquilidade;

- Ser sensato, ou seja, não tomar decisões precipitadas, já que não é deste modo que se alcança o melhor resultado; ao contrario, é preciso tempo e perseverança.Ressaltando, quando se aproxima o prazo limite, pode ocorrer uma troca de poder entre as partes, bem como a solução criativa para o acordo ou então, o outro lado muda 180° o rumo da negociação.

Além disso todas as partes envolvidas em uma negociação tem um prazo limite para os negociadores: o relógio e a bussola. O relógio representa os compromissos, as reuniões os horários, as metas e asatividades - o que se faz com o tempo e o modo de gerenciá-lo. A bussola, por sua vez representa a visão, os valores, os princípios, a missão, a consciência e a direção - o que se considera importante e a maneira de conduzir.
2.1 Empresas fora do tempo.
As empresas devem ter um cuidado todo especial em relação ao curto, médio e longo prazo de tempo para a concorrência de mercado comseus produtos, já que a inovação das empresas hoje em dia esta cada vez mais agressivo na oferta de novos produtos, correndo o risco de se perder espaço muito rápido como por exemplo ocorreu com a empresa Kodak dos EUA que em Janeiro de 2012 entrou em concordata por não saber desenvolver em menor tempo um produto, que foi a primeira câmera digital, em 1976, mas demorou 25 anos para levar o...
tracking img