Atls

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3720 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A vantagem do método do ATLS é que inicialmente podemos tratar os traumatizados sem que tenhamos o diagnóstico definitivo como pré-requisito. O caminho é sempre o mesmo: avaliação inicial paralela e simultânea aos procedimentos de reanimação respiratória e cardiocirculatória. Reavaliação constante, estabilização dos mecanismos respiratórios e circulatórios, encaminhamento para cirurgia, examescomplementares específicos, adequada transferência para a instituição referência de trauma.

O "carro chefe" do protocolo é o método mnemônico universalmente consagrado do : ABCDE, constantemente repetido, principalmente, na PRIMEIRA HORA - "HORA DE OURO"-.

A- Airway with cervical- spine control

B- Breathing

C- Circulation

D- Disability or neurologic status

E- Exposure(undress) withtemperature control.

1- A avaliação primária(ABCDE), mesmo durante a secundária( exame do paciente da cabeça aos pés), deve ser freqüentemente repetida no intuito de identificarmos as mudanças na evolução clínica do paciente, possibilitando surpreendermos possível piora.

2- A fase pré-hospitalar( o salvamento e transporte para o centro de referência de trauma) e o atendimento no PS devemobedecer a criteriosa triagem, principalmente quando houver mais de uma vítima. A prioridade é determinada : 1º) gravidade ( insuf. respiratória. - insuf. circulatória); 2º) idade e aspectos particulares(ex: crianças, gestante).- 3º) recursos disponíveis.

3-O pessoal em contato com o paciente deve estar devidamente protegido contra as doenças infecto-contagiosas : gorro, máscaras, óculos,aventais, pró-pés, luvas.

AVALIAÇÃO INICIAL SIMULTÂNEA À REANIMAÇÃO RESPIRATÓRIA E CIRCULATÓRIA.

A - VIAS AÉREAS & IMOBILIZAÇÃO CERVICAL

Enquanto suas mãos provisoriamente imobilizam o pescoço, converse com o paciente. A frase inicial é: -"qual é o seu nome?" Se ele responder, por hora, duas questões você tem resolvidas: o paciente está consciente e as VIAS AÉREAS (VsAs) estão pérvias. Junto aeste procedimento , instale o COLAR CERVICAL.

Quando se tratar de uma vítima de acidente de motocicleta, CUIDADO na remoção do capacete. Empregue a manobra padrão de retirada do capacete sem movimentar o pescoço.

Se o paciente não respondeu à sua pergunta inicial, provavelmente está com as VsAs obstruídas, inconsciente ou em parada cárdio respiratória(PCR). Em caso de obstrução das V.As. alémda DISPNÉIA e CIANOSE v. poderá observar: batimento de asa do nariz, retração de intercosto e da fossa supraclavicular, tosse, ruídos gargarejantes, estertorosos, sibilantes e roncos. Preste atenção! Valorize todos os sinais e sintomas.

Seu paciente apresenta OBSTRUÇÃO DAS VsAs. SUPERIORES?...

CALMA !... Mas NÃO PERCA TEMPO com manobras inúteis. "Time is life!"... . Quando viável e nãocontra-indicado(grave lesão bucomaxilo-facial) v. precisa ABRIR A BOCA do paciente para tentar DESOBSTRUIR e ASPIRAR com cânula de aspiração RÍGIDA metálica.

Certamente v. vai precisar introduzir uma cânula endotraqueal. Qual o nº? Use aquela com o diâmetro semelhante ao da fossa nasal do paciente(macete). Em crianças o diâmetro do dedo mínimo é um bom parâmetro para a escolha da cânula.Mantendo o pescoço imóvel(alguém, além de DEUS, deverá estar auxiliando v.), posicione sua mãos ao longo de ambos os ramos da mandíbula. Empurre para frente ("jaw thrust"). V. também pode puxar o queixo para cima (chin lift). Isto funciona bem em crianças.

Durante as manobras de intubação não se esqueça de VENTILAR o paciente após 20 ou 30 seg. de tentativa. Outro método é v. inspirar profundamente esegurar até quando v. não for mais capaz de suportar a apnéia voluntária. Neste momento, VENTILE o paciente. Use como parâmetro para a freqüência ventilatória o seu próprio ritmo respiratório (16 a 20 IPM). Utilize o "AMBU" conectado à fonte de O2 ( 15 l por minuto). Esta manobra deve ser realizada e bem sincronizada, por dois emergencistas.

V. entubou. Contudo, se o paciente não estiver em...
tracking img