Aspestos e impactes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Instituto Politécnico de Coimbra
ESCOLA SUPERIOR AGRÁRIA

Curso de Especialização Tecnológica em Qualidade Ambiental
Diagnóstico Ambiental

Exploração Agro-Pecuária

Docente: Susana Dias

Adriana Sousa, nº 21157008
Anaïs Gonçalves, nº 21157018
Flávia Gonçalves, nº21157020
Patrícia Camarneiro, nº21157021

Coimbra, 2012

SumárioIntrodução…………………………………………………………………………………………………..pág.3
Caracterização……………………………………………………………………………………………..pág.4
Lista de máquinas utilizadas na agro-pecuária………………………………………………pág.5
Captação de água…………………………………………………………………………………………pág.5
Planta da ESAC……………………………………………………………………………………...págs.6 e 7
Actividades…………………………………………………………………………………………..págs. 8 e 9
Aspectos, impactos e factores ambientais………………………………………….págs. 10 a 13
Conclusão………………………………………………………………………………………………….pág.14Bibliografia………………………………………………………………………………………………..pág.15

Introdução

Este trabalho surgiu no Curso de Especialização Tecnológica de Qualidade Ambiental na Escola Superior Agrária de Coimbra, no âmbito da unidade curricular de Diagnóstico Ambiental e Eco-eficiência leccionada pela docente Susana Dias, e tem como finalidade abordar o tema “Exploração Agro-Pecuária”.

O diagnóstico ambiental tem como objectivo apresentar os principais elementos do meio físico,biótico e socioeconómico de modo a puder modificá-los. Elaborar um diagnóstico ambiental é interpretar a situação problemática duma área a partir dos elementos recolhidos dessa mesma área.

O objectivo principal deste trabalho é analisar os aspectos ambientais da exploração agro-pecuária da Escola Superior Agrária de Coimbra e, deste modo, avaliar os impactos ambientais tendo em consideração osfactores envolvidos. E, finalmente tomar medidas preventivas necessárias para que seja possível minimizar os impactos ambientais.

Caracterização

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), está situada em Bencanta (Coimbra), e é uma das unidades que integram o Instituto Politécnico de Coimbra (IPC). Esta instituição está vocacionada para o ensino de Ciências Agronómicas, Zootécnicas,Florestais, Alimentares, do Ambiente, Biotecnologia e Ecoturismo.
Nesta mesma instituição, a exploração agro-pecuária ocupa uma área equivalente a cerca de 140 hectares, que está repartida em dois blocos, um deles encontra-se na zona central da Escola (Bencanta / S. Martinho do Bispo), enquanto o outro situa-se no perímetro de rega de S. Martinho.

Tipo de uso | Área |
SuperfícieflorestalPinhalEucaliptalPovoamentos mistosIncultos | Total 23,0ha4,5ha4,5ha10,5ha3,5ha |
Superfície agrícolaCulturas arvenses (aveia, trigo, milho, etc.)PradosCulturas permanentes (pomares, vinhas e olival.) | Total 83,8ha67,9ha7,5ha9,3ha |
Estufas | 0,13ha |
Edifícios | 29 631m2 |
Área envolvente | 29,14ha |
Área total | 139,93ha |
Tabela 1- Repartição de áreas da ESAC
O trabalho vai incidir na áreadestinada à superfície agro-pecuária que corresponde, de acordo com a tabela 1, a aproximadamente 84 hectares.
Lista de máquinas utilizadas na agro-pecuária

* 8 Tractores, tendo em conta que 7 têm frequentes avarias ou necessitam de revisões.

* 14 Semi-reboques, dos quais existem 2 com fuga de óleo e 4 a precisarem de reparações e 1 inutilizado.

* 54 Alfaias: 37 para mobilizaçãoe trabalho do solo, tendo em conta que 1 necessita de vedantes e facas; 10 para sementeira, plantação e fertilização, dos quais 2 precisam de arranjos; 7 para colheita e forrageiras, entre os quais 2 carecem de arranjos.

Captação de água
A água capturada para rega das áreas de cultivação vem na sua maioria do rio Mondego, no entanto também pode provir da fonte da carranca situada na EscolaSuperior Agrária de Coimbra, da mina de água situada no jardim do Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Coimbra, por fim pode capturada também, na ribeira que vai até à Casa do Bispo, S. Martinho.



Planta da ESAC

Ilustração 1- Planta da ESAC...
tracking img