Aspectos urbanos e rurais na economia cafeeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2116 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Revolução Industrial consistiu em um conjunto de mudanças tecnológicas com um grande e profundo impacto no processo produtivo em superfície economica e social. Iniciada no Reino Unido em meados do século XVIII, se propagou pelo mundo a partir do século XIX.Por volta da decada de 1780 explode a revolução industrial o que significa que foi descoberto o poder produtivo da sociedade humana e que apartir desta decada os homens tornam-se perfeitamente capaz de produzir e oferecer a sociedade aquilo que era produzido nao so a cominidade local seria beneficiada mais o mundo como um todo isso fica conhecido nos dias atuais por alguns economistas como o inicio para um crescimento autosustentavel.
Ao longo do processo (que de acordo com alguns autores se registra até aos nossos dias), a era daagricultura foi vencida, a máquina foi ultrapassando o trabalho humano, uma nova relação entre capital e trabalho foi imposta, novas relações entre nações se estabeleceram e surgiu o fenômeno da cultura de massa, entre outros eventos. Essa transformação foi possível devido a uma combinação de fatores, como o liberalismo econômico, a acumulação de capital e uma série de invenções, tais como o motora vapor. O capitalismo tornou-se o sistema econômico vigorante.
A Revolução Industrial é habitualmente dividida em tres partes: primeira (1780-1840), segunda (1860-1945), conhecida chamada de Revolução Tecnológica, e terceira (1970-), também chamada de Revolução Digital. A atribuição de datas varia muito de autor pra autor.
Antes da Revolução Industrial, a atividade de produção era artesanal emanual (daí o termo manufatura), no máximo com o emprego de algumas máquinas simples. Dependendo da escala, grupos de artesãos podiam se organizar e dividir algumas etapas do processo, mas muitas vezes um mesmo artesão cuidava de todo o processo, desde a obtenção da matéria-prima até à comercialização do produto final. Esses trabalhos eram realizados em oficinas nas casas dos próprios artesãos eos profissionais da época dominavam muitas etapas do processo produtivo.
Com a Revolução Industrial os trabalhadores perderam o controle do processo produtivo, uma vez que passaram a trabalhar para um patrão como empregados ou operários, perdendo o direito da matéria-prima, do produto final e do lucro. Esses trabalhadores passaram a controlar máquinas que pertenciam aos donos dos meios deprodução os quais passaram a receber todos os lucros. O trabalho realizado com as máquinas ficou conhecido por maquinofatura.
Esse momento de passagem marca o ponto culminante de uma evolução tecnológica, econômica e social que vinha se processando na Europa desde a Baixa Idade Média, com ênfase nos países onde a Reforma Protestante tinha conseguido destronar a influência da Igreja Católica: Inglaterra,Escócia, Países Baixos, Suécia. Nos países fiéis ao catolicismo, a Revolução Industrial eclodiu, em geral, mais tarde, e num esforço declarado de copiar aquilo que se fazia nos países mais avançados tecnologicamente: os países protestantes.
De acordo com a teoria de Karl Marx, a Revolução Industrial, iniciada na Grã-Bretanha, agregou o conjunto das chamadas Revoluções Burguesas do século XVIII,responsáveis pela crise do Antigo Regime, na passagem do capitalismo comercial para o industrial. As outras duas agitações que a acompanham são a Independência dos Estados Unidos e a Revolução Francesa que, influênciada pelos princípios iluministas, marcam a transição da Idade Moderna para a Idade Contemporânea. Para Marx, o capitalismo seria um produto da Revolução Industrial e não sua causa.
Coma evolução do processo, no plano das Relações Internacionais, o século XIX foi marcado pela hegemonia mundial britânica, um período de acelerado progresso econômico-tecnológico, de expansão colonialista e das primeiras lutas e conquistas dos trabalhadores. Durante a maior parte do período, o trono britânico foi ocupado pela rainha Vitória (1837-1901), razão pela qual é denominado como Era...
tracking img