Aspectos de interesses sobre rochas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 39 (9595 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (ABIROCHAS)

ROCHAS ORNAMENTAIS
ASPECTOS DE INTERESSE SOBRE ROCHAS ORNAMENTAIS E DE REVESTIMENTO Identificação, Especificação e Utilização

NOVEMBRO / 2007

Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (ABIROCHAS)

SUMÁRIO 1. CONCEITOS E DEFINIÇÕES 2. TIPOLOGIA DAS ROCHAS ORNAMENTAIS E DE REVESTIMENTO 2.1 RochasSilicáticas - Granitos 2.2 Rochas Carbonáticas – Mármores e Calcários 2.3 Rochas Silicosas - Quartzitos 2.4 Rochas Síltico-Argilosas - Ardósias 2.5 Rochas Ultramáficas - Serpentinitos, Pedra Sabão e Pedra Talco 3. CARACTERÍSTICAS TECNOLÓGICAS 3.1 Petrografia Microscópica 3.2 Índices Físicos 3.3 Desgaste Amsler 3.4 Compressão Uniaxial 3.5 Resistência à Tração na Flexão 3.6 Coeficiente de Dilatação TérmicaLinear 3.7 Outros Ensaios e Aspectos Importantes 4. NOÇÕES GERAIS DO BENEFICIAMENTO 4.1 Serragem em Teares 4.2 Serragem em Talha-Blocos 4.3 Acabamento de Superfícies 5. PROPRIEDADES DESTACADAS PARA MÁRMORES E GRANITOS 6. FATORES DE DEGRADAÇÃO DAS ROCHAS 7. PRINCIPAIS AGENTES DE ALTERAÇÃO EM REVESTIMENTOS 8. CRITÉRIOS DE ESPECIFICAÇÃO / USOS RECOMENDADOS 8.1 Rochas Carbonáticas e Silicáticas 8.2Ardósias 8.3 Quartzitos 8.4 Serpentinitos 9. PRINCIPAIS FONTES DE CONSULTA

Associação Brasileira da Indústria de Rochas Ornamentais (ABIROCHAS) 1. CONCEITOS E DEFINIÇÕES As rochas ornamentais e de revestimento, também designadas pedras naturais, rochas lapídeas, rochas dimensionais e materiais de cantaria, abrangem os tipos litológicos que podem ser extraídos em blocos ou placas, cortados emformas variadas e beneficiados através de esquadrejamento, polimento, lustro, etc. Seus principais campos de aplicação incluem tanto peças isoladas, como esculturas, tampos e pés de mesa, balcões, lápides e arte funerária em geral, quanto edificações, destacando-se, nesse caso, os revestimentos internos e externos de paredes, pisos, pilares, colunas, soleiras, etc. Estima-se movimentação de US$ 18bilhões/ano nos mercados internos dos países produtores, de US$ 12 bilhões/ano com a comercialização de materiais brutos e beneficiados, no mercado internacional, bem como de US$ 10 bilhões/ano para negócios com máquinas, equipamentos, insumos, materiais de consumo e prestação de serviços. A alavancagem de atividades pode ser examinada ao referir-se que a produção mundial de rochas ornamentais e derevestimento evoluiu de 1,5 milhões de t/ano, na década de 20, para um patamar atual de 65 milhões de t/ano. Tal incremento foi determinado tanto por novos tipos de utilização das rochas ornamentais nas paisagens urbanas, principalmente no que se refere a obras de revestimento, quanto por novas tecnologias de extração, manuseio, transporte e beneficiamento de blocos. Os avanços tecnológicospermitiram o aproveitamento e difusão de diversas rochas anteriormente não comercializadas, enquanto as novas utilizações viabilizaram soluções estéticas e funcionais muito interessantes e confiáveis na construção civil. Cerca de 80% da produção mundial é atualmente transformada em chapas e ladrilhos para revestimentos, 15% desdobrada em peças para arte funerária e 5% para outros campos de aplicação.Aproximadamente 60% dos revestimentos referem-se a pisos, 16% a fachadas externas, 14% a interiores e 10% a trabalhos especiais de acabamento. Os mármores representam, na atualidade, cerca de 45% da produção mundial, com 40% atribuídos aos granitos, 5% aos quartzitos e similares, e 5% às ardósias. A participação dos granitos elevou-se de um patamar de 15% no princípio da década de 50, para 22%, nade 70, 38% em meados da década de 80, até os atuais 40%, incrementando a demanda global sem restringir a utilização dos mármores. Os blocos extraídos nas pedreiras têm volume variável entre 5 m3 e 8 m3, podendo atingir, excepcionalmente, 12 m3. Materiais especiais, com alto valor comercial, permitem, no entanto, o aproveitamento de blocos a partir de 1 m3. As dimensões-padrão especificadas...
tracking img