As vinhas da ira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (319 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O filme demonstra a capacidade do capitalismo na vida de pessoas sem defesa diante de uma de alguns homens com grandes poderes aquisitivos e ambição sem limites, sem piedade, semrespeito, sem justiça,sem dignidade. Ambição capaz de tirar o pouco que se tem, até mesmo para suprir as necessidades básicas.
O HOMEM ser torna um monstro para o próprio homem. Aspessoas ficam reféns do capitalismo, sem perspectiva para o futuro nem mesmo para o presente, onde ficam submetidos ao que oferecem, sem possibilidades de escolha e ainda insuficiente, issose destacar bem no filme, ficam subordinados ao capitalismo que é representado pelos grandes empresários. São apenas indivíduos contra o povo. E aí vem a pergunta, onde está o direito dopovo? Não existe, quando em questão esta os interesses dos empresários , ou melhor, existe para eles.
O sistema da sociedade e da economia é regido na medida em que se conquistar mais emais a favor dos grandes empresários é nessa estrutura que as famílias pobres tentam viver, em condições degradantes, com desigualdade extrema, mas com esperança de mudança nessesistema injusto. No filme a família é retirada de sua terra, no qual não se conhecia outro dono além deles, e vai embora em busca de onde oferece emprego mesmo que seja temporário com aesperança de uma vida digna. É essa a realidade do sistema para aqueles que não são beneficiados pelo capitalismo.
"A gente rica vem e morre. E seus filhos não prestam. Também acabammorrendo. Mas nós continuamos. Nós somos o povo que vive. Eles não podem nos vencer. Continuaremos para sempre, porque nós somos o povo"
Essa uma citação, dita pela mãe de Tom, que sucinta oque foi mencionado anteriormente.
De modo que, o filme trata de forma bastante significativa o que é o capitalismo em prol da ambição do homem e o que é um povo submetido a esse sistema.
tracking img