Artigo sobre surdez na infancia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2107 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
------------------------------------Instituição ---------------------------------
Curso de Pedagogia

------------------------------------------------------
Autor



Psicologia Educacional, Surdez na Infância.





Cidade, Estado
ano
-------------------------------------------
Autor






Psicologia Educacional,Surdez na Infância.


Trabalho apresentado para avaliação do rendimento escolar da disciplina Metodologia e Técnicas de Pesquisa do Curso de Pedagogia -------------------- , ministrado pela professora --------------




Psicologia Educacional, Surdez na Infância

--------------------------------- 01

Formanda do --- º Período de Pedagogia

ResumoPromover uma educação pautada nos princípios da inclusão. Este é o objetivo maior compreendido nas legislações em vigor, onde o aluno é visto como sujeito de direitos, sem distinção de raça, classe social, gênero e características pessoais. Sob a luz da LDB, Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9394/96, Declaração de Salamanca e Constituição Federal, dentre outras, os parâmetros de umaeducação inclusiva buscam a valorização e respeito às diferenças, atendendo o aluno em suas necessidades e desenvolvendo o seu potencial, a fim de prepará-los para uma vida produtiva como membros de sociedade. No entanto, mesmo com as leis de inclusão a todo o momento sendo veiculadas nos diferentes meios de comunicação, muitos profissionais que trabalham na educação são despreparados, não temformação acadêmica apropriada para promover uma educação de qualidade junto aos alunos portadores de necessidades especiais. No que se refere à educação de surdos, a maioria dos professores são ouvintes e não tem competência técnica para atuar junto a alunos com deficiência auditiva. . O professor ouvinte tem muita dificuldade em atuar junto a esses alunos, devido à ausência de flexibilidademetodológica e de estratégias para desenvolver um ensino embasado em linguagem gestual, por não ter conhecimento sobre Libras. A partir dessas informações, este ensaio bibliográfico vem questionar e discutir a problemática da inclusão dos alunos surdos no ensino regular, sob a luz de referenciais teóricos de autores consagrados em educação e a partir de informações contidas na legislação em vigor.Palavras-chave: Inclusão – escola – surdez – criança – Libras – educação


Introdução
Para que a escola seja inclusiva, é necessário que os educadores garantam tratamento igualitário e ensino diferenciado aos alunos, de forma que todos possam alcançar a aprendizagem necessária ao seu desenvolvimento. É preciso viabilizar estratégias diferenciadas de ensino, partindo da premissa de que cadapessoa aprende de uma maneira diferente, podendo chegar aos mesmos objetivos propostos.
Como garantir a expressão de cada singularidade? Como deve se constituir a educação inclusiva?
A partir desses questionamentos, os educadores devem buscar soluções que possam romper paradigmas, de forma a possibilitar mudanças educacionais, criando práticas pedagógicas inclusivas, umaorganização de ensino eficiente para o processo de aprendizagem, que tenha como meta atender a diversidade da sala de aula, evitando o preconceito, discriminação e desvalorização do aluno portador de necessidades especiais.
Há necessidade de se superar as baixas expectativas que estão embutidas no interior da escola, citando o fato de se chamar “o loirinho surdo” ao invés do nome, prevalecendoa deficiência do aluno sobre sua identidade. O aluno acaba, dessa forma, ocupando o lugar de falência do aluno ideal, em total distorção do processo educacional.
A escola atual trabalha, ainda, com dois tipos de alunos: os ditos “normais”, que freqüentam a escola comum e os “deficientes”, que são da educação especial. Aos normais cabe um percurso normal de educação e aos deficientes...
tracking img