Artes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4961 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ARTE E FILOSOFIA: A REEDUCAÇÃO DOS SENTIDOS NA EXPERIÊNCIA ESTÉTICA EM ADORNO
Lucy Mary Soares Valentim*
1

INTRODUÇÃO Este estudo monográfico é o resultado da pesquisa feita por mim, bolsista de aperfeiçoamento, financiada pelo CNPq. Trabalho este que faz parte da pesquisa “O Potencial Pedagógico da Teoria Crítica”. Orientado pelos professores doutores Bruno Pucci e Newton Ramos- de-Oliveira e co-orientado pelo professor mestre doutorando Antônio Álvaro Zuin. O autor (Theodor Wiesengrund Adorno) e a obra (Teoria Estética) estudados, não se propõem a uma leitura e entendimentos fáceis. Como nos alerta REIS: em Adorno, “a linguagem reprimida joga com a negatividade a todo o instante e guarda em relação ao leitor um distanciamento estratégico, que obriga ao esforço e encerra em si umestimulante enigma”, e ainda reforça: “a leitura de Adorno apresenta-se intencionalmente difícil. A compreensão de suas idéias não pode ocorrer de imediato. A todo o instante ele se confronta com o negativo e somente à medida que se vai penetrando na totalidade do texto, é possível captar a mensagem verdadeira e que constitui a “aparição” que o filósofo pretende destacar. Mesmo assim desfaz no seudevir, dialeticamente. Quem o lê superficialmente, sem esforço, sem participação, sem reflexões e questionamentos, sem viver o processo, não chega sequer de leve até seu pensamento(...) Pois, “o pensamento adorniano não quer ser facilmente captável, como o próprio produto da indústria cultural, cuja mediocridade perigosa ele pretende denunciar”2. A leitura de Adorno me faz pensar em um diamantebruto que para ser lapidado exige muita disposição e paciência, instrumentação apropriada, dedicação exclusiva e perspicácia para poder contemplar cada pequena aresta a ser desvendada. Com certeza ainda tenho nas mãos o diamante bruto pois não me sinto artífice capaz de descobrir-lhe o brilho total, mas parcialmente posso vislumbrar a riqueza deste filósofo para os nossos dias. Este trabalho é oresultado deste pequeno vislumbre que caminha na direção de mostrar a relação entre a arte e a filosofia para Adorno, e a reeducação dos sentidos na
1*Pedagoga; Mestranda em Educação pela UFSCar; Participante do Grupo de Pesquisa “O Potencial Pedagógico da Teoria Crítica III” UFSCar. 2 REIS, Sandra . “Elementos de Uma Filosofia da Educação Musical em Theodor W. Adorno”. Belo Horizonte: Ed. MãosUnidas, 1996, p. 20-21.

experiência estética. 1- A RELAÇÃO ENTRE ARTE E FILOSOFIA PARA ADORNO Para fazer esta relação julguei pertinente usar os estudos de CHAUI em “Convite à Filosofia”, como base preliminar de arte e filosofia. Esta autora divide em dois grandes momentos a teorização da arte do ponto de vista da filosofia. No primeiro, a filosofia trata as artes sob a forma da poética, tendoPlatão e Aristóteles como seus inauguradores; o segundo está sob a forma estética e é contado a partir do século XVIII. A obra aristotélica, conhecida por arte poética, trata das artes da fala e da escrita, do canto e da dança: a poesia e o teatro . Poética é a tradução para a poiesis e significa fabricação – aquilo que é produzido pelos seres humanos. Segundo a autora supra citada, por volta de1750, o alemão Baumgarten usou pela primeira vez a palavra estética em referência às artes. Estética é uma tradução da palavra grega aesthesis e significa conhecimento sensorial, experiência, sensibilidade, tendo como finalidade o belo. A estética superou a arte poética passando a designar toda investigação filosófica que tenha por objeto as obras de arte. No século XVIII e XIX , a noção de estéticapressupunha que a arte era o produto da sensibilidade, da imaginação e da inspiração do artista e que sua finalidade era a contemplação; esta “contemplação do lado do artista, é a busca do belo ( e não do útil, nem do agradável ou prazeroso) e, do lado do público, é a avaliação ou o julgamento do valor de beleza atingido pela obra”3. O texto também afirma que o belo é diferente do verdadeiro,...
tracking img