Artes visuais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 60 (14777 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA – UNOESC CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE CURSO DE LICENCIATURA EM ARTES VISUAIS

ELISA PAULA MARIGA

A ARTE E A EXPERIÊNCIA ESTÉTICA: SABERES QUE SE ENTRELAÇAM NO PROCESSO DE ENSINAR E APRENDER NA EDUCAÇÃO BÁSICA

SÃO MIGUEL DO OESTE 2010

2

ELISA PAULA MARIGA

A ARTE E A EXPERIÊNCIA ESTÉTICA: SABERES QUE SE ENTRELAÇAM NO PROCESSO DEENSINAR E APRENDER NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Monografia apresentada ao curso de Licenciatura em Artes Visuais - Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, Campus de São Miguel do Oeste - SC.

Professora Orientadora: Marli Ferreira Wandscheer

São Miguel do Oeste 2010

3

ELISA PAULA MARIGA

A ARTE E A EXPERIÊNCIA ESTÉTICA: SABERES QUE SE ENTRELAÇAM NO PROCESSO DE ENSINAR E APRENDER NAEDUCAÇÃO BÁSICA

Monografia apresentada ao curso de Licenciatura em Artes Visuais - Universidade do Oeste de Santa Catarina - Unoesc, Campus de São Miguel do Oeste - SC.

Aprovada em:..............................................................

BANCA EXAMINADORA

______________________________ Profª Ms.: Marlene Zenaide Friederch. Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESCNota............. _______________________________ Profª Ms.: Marilei Terezinha D’ Vesco. Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC Nota............ _______________________________ Profª Mestranda: Marli Ferreira Wandscheer. Universidade do Oeste de Santa Catarina – UNOESC Nota........

4

Dedico esta monografia a todos aqueles que acreditam no poder transformador da arte, na sua singular missão derenovar e revigorar olhares. A minha família e meu namorado imprescindíveis na minha vida, pelo amor, incentivo e confiança. Aos professores de Artes, pessoas singulares.

5

Estamos enredados na teia da cultura, empobrecidos. Assim, resta à arte, como em todos os tempos, a missão de reabrir as fendas pelas quais a vida, como uma nascente subterrânea, pode gerar novos signos e valores,diferentes visões e possibilidades de existência: o júbilo da vida.

Eduardo Ribeiro da Fonseca

6

AGRADECIMENTOS

Às amigas, por partilhar e viver a dimensão de uma amizade, das angústias, das alegrias, dos enfrentamentos profissionais, dos desafios do conhecimento, pelo incentivo e cumplicidade. Às professoras colaboradoras, pelo carinho e a maneira como aceitaram participar da pesquisa.Por me receberem prontamente, muito atenciosas, possibilitando de uma forma muito gratificante a realização do meu trabalho. Aos meus colegas de curso por estarem sempre presentes nos momentos mais difíceis, sempre compartilhando as duvidas e certezas. À professora Marli Ferreira Wandscheer pelas orientações sempre de grande valor.

7

SUMÁRIOINTRODUÇÃO.......................................................................................... 2 2.1 2.2.1 2.2 EDUCAÇÂO E ETAPAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA................................ EDUCAÇÃO ESCOLAR............................................................................ ETAPAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA........................................................... ARTE EEDUCAÇÃO.................................................................................

9 13 13 14 15

2.3 2.3.1

DEFINIÇÕES SOBRE ARTE...................................................................... A NECESSIDADE DA ARTE....................................................................

20 20 21 23

2.3.1.1 Arte contemporânea................................................................................ 2.3.2 A EXPERIÊNCIA ESTÉTICA DOCOTIDIANO..........................................

3

OLHARES DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE O PROCESSO DE ENSINAR E APRENDER NA EDUCAÇÃO BÁSICA.......................... 28

3.1

ANÁLISE

DOS

DADOS

COLETADOS

ENTRE

PROFESSORES 28

DE ARTES E ALUNOS DAS SÉRIES FINAIS DA EDUCACAO BÁSICA... 3.1.1 A importância da arte e educação estética do cotidiano para as séries finais do Ensino...
tracking img