Arte e tecnologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1681 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Arte e tecnologia: intersecções


Sendo a tecnologia uma constante na história da arte, que se constituiu essencialmente por imagens, procura-se perceber em que medida a tecnologia digital, vista aqui como um ponto de mudança na posição do sujeito face à produção criativa, interfere nos processos artísticos. Da intersecção que resulta dessa tecnologia com a criatividade, vemos a ideia daprodução partilhada ganhar força e se constituir cada vez mais como uma vontade inerente à própria atitude do ato criativo.

Na área dos estudos das artes, percebe-se cada vez mais importante uma procura empenhada na constituição de um fio condutor, neutro e de alcance o mais universal possível, com o intuito de compreender uma componente ideológica que se pode revelar na atitude ideológicainerente à
utilização das novas tecnologias. Procura-se perceber como é que o significado das imagens é coordenado e porque razão necessitamos, queremos e precisamos das imagens; por fim, envereda-se pelos procedimentos do sujeito perante aos adventos digitais, na perspectiva de perceber de que modo somos afetados pela tecnologia digital e de que modo a interação interfere no posicionamento do sujeitodiante aos aspectos da criatividade.

Com a ação da tecnologia, ao nível do seu desempenho, o indivíduo
passou a ser um elementos que integram a raiz da constituição das obras de arte. A sua importância deixou de ser meramente vista como pertencendo ao mundo da finalização/destino da arte ,a obra passou a integrá-lo de um ponto de visto diferente, o seu papel deixou de ser passivo epassou a ser ativo

Um fator determinante na interação compreende-se na relação
tempo/velocidade da ação e local da mesma, pois a velocidade dos media,
mesmo os eletrônicos, mas e sobretudo os digitais, implanta uma nova forma
de entender, complementar a concepção de tempo, onde se substituiu
a noção de duração. Fazendo com que o tempo que advém das novas tecnologias
seja marcado essencialmentepelo presente. Fator que se torna vital para a
aplicação da interatividade, porque se trata de um tempo que se concretiza
em tempo real, provocando uma mudança nos nossos conceitos de tempo e
de espaço.
O século XX tem provocado na sociedade um afastamento dos indivíduos e das referências que se prendem com o tempo e com o espaço. Pois quando se fala de internet, a primeira noção que nos vema mente, caracteriza-se pelo fato
de remeter a noção deste para a ausência, arrastando consigo a ideia
de algo que não é físico/real, algo que é em si a constituição imaterial,
um lugar distante da realidade tocável, onde as relações sociais, culturais
etc., ao serem estabelecidas nos remetem para a imaterialidade, para
uma concepção subjetiva, virtual do espaço e do tempo. Onde o virtualnão se opõe ao real, onde sobretudo as imagens fazem a mediação da realidade, transformando a concepção de espaço, que antes era concreto, material, numa grandeza imaterial provocando a consciência de outra realidade , o que nos torna inevitavelmente dependentes da tecnologia para compreender a “nova realidade”.
Ao imergir nos ambientes virtuais, dos quais o ciberespaço é aquele mais comum e que,de uma forma geral, todos nós, pelo menos já experimentamos, transmite-nos uma sensação de dependência da tecnologia, quer pela “ausência” do espaço, quer pela ausência de presenças físicas à nossa volta (geralmente a ação de “navegar” na internet
coloca-nos numa situação de “solitário” Desta forma parece limitado dizer que a tecnologia seja uma ferramenta ou um advento facilitador deisolamento, mas antes pelo contrário, é através dela que se desenvolve toda uma interação num mundo que se torna cada vez mais real.

Para Lévy, este tipo de novo espaço, ciberespaço, é o meio ideal para consolidar
uma tecnocracia – uma nova formação de “estados” geridos pela tecnologia
digital capaz de desenvolver comunidades ligadas a grupos de indivíduos.
Portanto é da natureza do homem...
tracking img