Arquivo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1147 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
COMUNICAÇÃO PARA A SAÚDE DA FAMÍLIA





A cidade de Vitória (ES) sediou a quarta edição da Conferência Brasileira de Comunicação e Saúde - Comsaúde - realizada entre os dias 18 e 20 de outubro de 2001, com o tema Comunicação para Saúde da Família. Esta foi a primeira vez que o evento se realizou fora do estado de São Paulo, tendo sua primeira edição (1998) sido realizada na UniversidadeMetodista de São Paulo, em São Bernardo do Campo, e as segunda e terceira nas Faculdades Adamantinenses Integradas, em Adamantina.

Coordenado nacionalmente pelos professores Isaac Epstein e José Marques de Melo, o evento foi viabilizado por uma parceria entre a Cátedra Unesco de Comunicação para o Desenvolvimento Regional e a FAESA (Faculdades Associadas do Espírito Santo), que sediou a conferência erealizou o trabalho de coordenação local.

A Conferência Brasileira de Comunicação e Saúde, promovida pela Cátedra Unesco de Comunicação em parceria com instituições de ensino superior, representa uma tentativa anual de reunir pesquisadores e profissionais de dois campos de destacada relevância científica e social: Saúde e Comunicação.

Dentre os objetivos da ComSaúde 2001, destacou-se a discussão ereflexão sobre o programa de estratégias da saúde da família e suas implicações no contexto local e nacional, o que possibilitou aos profissionais da saúde e da comunicação um espaço para problematização, construção de novos conhecimentos e troca de experiências sobre os novos desafios que se colocam para os profissionais, para a comunidade e para a educação em geral.

Para o titular da CátedraUnesco/Umesp, Prof. Dr. José Marques de Melo, o ponto alto da conferência está no fato de “colocar em confronto dois agentes diferentes: os comunicadores (jornalistas, publicitários) e os especialistas em conteúdo (médicos, educadores, sanitaristas)”. Segundo o professor, a intenção da Comsaúde é exatamente colocar esses dois tipos de agentes em diálogo, fazendo com que os comunicadores possamentender a natureza dos problemas médico-sanitários e, ao mesmo tempo, os profissionais de saúde conheçam melhor o sistema midiático, para que possam interagir em proveito da opinião pública.

Os professores e estudantes de ambas as áreas são parte importante do público-alvo, uma vez que as atividades acadêmicas têm destaque nas discussões dos grupos temáticos, congregando pesquisadores e estudiososde comunicação e de saúde latino-americanos, e possibilitando o intercâmbio sócio-político-cultural entre os participantes.

Compareceram ao evento participantes de todas as partes do país como Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Maranhão, Bahia e Rio Grande do Sul. Mas parece que não só os brasileiros estão interessados no assunto. Uma comitiva de Angola (África), composta por trêsrepresentantes da secretaria de Saúde, assistiram as palestras, enviando releases diários dos principais assuntos debatidos à assessoria do governo.   

A conferência conquistou espaço na mídia local, contribuindo para estimular ainda mais o interesse da comunidade pelos temas debatidos. Esteve presente, além de outras autoridades, o secretário de saúde Anselmo Tose, e representantes da mídialocal como a repórter Patrícia Mosé, da TV Gazeta (afiliada da Rede Globo) e Gilda Soares, da Rádio Espírito Santo. O secretario ficou admirado ao ver as palestras sempre lotadas, inclusive no sábado (20 de outubro), quando chovia muito. “É empolgante ver que uma discussão tão importante realmente despertou o interesse da comunidade em geral, além da profissional e acadêmica.

Os grupos temáticosapresentaram relatos de experiência, produtos midiáticos e trabalhos de pesquisa em sete diferentes áreas: Comunicação interpessoal da Saúde; Sistema Tradicional e Produção Social da Saúde; A Comunicação no cotidiano da Saúde; Projetos em Comunicação da Saúde;Jornalismo Científico e Prevenção Familiar; Saúde na mídia impressa; Saúde na Mídia Eletrônica; Saúde na internet e novas tecnologias. Os GTs...
tracking img