Arquitetura no brasil fichamento 10 'a arquitetura do ferro no brasil'.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 15 (3745 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 27 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
- A Europa apresentou papel influente na arquitetura do ferro no Brasil, já que a siderúrgica nacional era pouco desenvolvida até então. Consequentemente, a grande maioria do ferro utilizado era importado.

- O isolamento colonial do Brasil foi rompido com a vinda da Corte Portuguesa ao Rio de Janeiro, em 1808. Então, houve a “Abertura dos Portos às Nações Amigas”, mais propriamente àInglaterra, cessando o monopólio português sobre o comércio do Brasil.
Como conseqüência, materiais de construção foram importados.O decreto que impedia a instalação de manufaturas no Brasil foi revogado.A chegada da corte gerou ainda a criação de escolas, desenvolvimento da imprensa e vinda de profissionais qualificados.
- Iniciou-se gradualmente o abandono do empirismo e se passou a utilizar osmateriais de modo mais racional.
A Inglaterra tinha relações comerciais privilegiadas com o Brasil e dirigia suas atenções a este, já que estava prejudicada no “bloqueio continental” decretado por Napoleão. Criou-se assim um monopólio sobre o Brasil em época que começaram a florescer relações com outros países como Alemanha, França e Bélgica.
- Data também meados do século passado a implantação dotransporte ferroviário, sendo a Inglaterra grande responsável pela parte relevante da rede e também, pela implantação de um grande número de seus edifícios.
- As primeiras companhias ferroviárias eram geralmente privadas e ligavam as regiões produtoras dos principais produtos agrícolas aos portos.
Nesse período se verificou também o crescimento e desenvolvimento de numerosas cidades. Com aampliação do comércio e o contato direto que os territórios passaram a ter, seja com o exterior, seja com a própria capital, as cidades adquiriram papel mais relevante como centro comercial, político, financeiro, cultural, etc.
- O crescimento gerou novas construções e necessidade de melhorias na infra-estrutura e também nas instalações de equipamentos urbanos.
Surgiu um fenômeno completamentenovo na arquitetura: os edifícios importados, produzidos pela indústria. A importação de edifícios pré-fabricados de ferro se deu mais em lugares de rápido crescimento econômico e ligados à produção de produtos agrícolas.
- Havia um desejo de “europeização” resultante do contato com esses países “desenvolvidos”.
- Existiam pequenas forjas no Brasil desde o final do século XVI, sendo o Estado deSão Paulo o berço da siderurgia e Afonso Sardinha, seu fundador. Em 1590, se iniciou a produção de ferro em maior escala após instalar uma forja com dois fornos, empregando o carvão vegetal.
O início efetivo da siderurgia ocorreu com a chegada da corte. As fabricas fundadas não obtiveram os resultados nem lucros esperados. A produção de ferro foi bastante reduzida com a proclamação daIndependência.
Foi reavivada durante a Guerra do Paraguai, porém com o térmico novamente se cessaram.
- O ensino da metalurgia foi sistematizado no país e a produção de ferro ganhou novo alento. A siderurgia passou a ter escala efetivamente industrial somente após a primeira Guerra Mundial.
- No Brasil não havia nenhuma usina que produzisse aço com adequados métodos.
Em 1915, surgiu um processo defabricação de aço, que apesar de rudimentar, podia suprir as necessidades momentâneas. Em 1918 foi instalado o primeiro forno Siemens-Martin no país, em São Caetano do Sul.
Nesta época o concreto armado passava a ser utilizado, assim se reduzindo o emprego do ferro.
- A utilização mais comum dos metais ferrosos em construções no Brasil deu-se em edifícios “mistos”, geralmente com suportesmetálicos, vedação de alvenaria e cobertura com estrutura metálica, ou com paredes portantes de alvenaria e cobertura metálica.
- O Rio de Janeiro deveu muito de seu florescimento a presença da Corte.
A cidade é depositária de um exemplo interessante do emprego de elementos metálicos em construção: o Real Gabinete Português de Leitura.
Este é exemplo de construção mista, no qual a fachada...
tracking img