Arame tubular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Cap 2

2.1 ARAME TUBULAR

Arames tubulares com gás de proteção para aços carbono foram desenvolvidos no inicio dos anos 50, e tornaram-se comercialmente disponíveis em 1957. Nas décadas de 60 e 70 houve um aumento elevado de consumo deste produto nos Estados Unidos, o mesmo ocorrendo no Japão na década de 80.
Por volta de 1991 a ESAB Brasil instalou em suafabrica uma unidade de produção de arame tubular. Esse processo foi desenvolvido para combinar as melhores características da soldagem por um arco submerso e a soldagem empregando o dióxido de carbono CO2 como gás de proteção. A combinação dos ingredientes do fluxo no núcleo do arame tubular aliada a proteção externa proporcionada pelo CO2 produz solda de alta qualidade em um arco estável com baixonível de respingos.
Arames tubulares auto protegidos (self-shielded wires) tornaram-se disponíveis logo após a introdução dos arames tubulares com gás de proteção externa, e ambos ganharam aceitação para aplicações especifica na industria.
Na soldagem com arames tubulares invólucros metálicos com um pó em seu interior em vez de arames sólidos para unir metais ferrosos. O fluxoem seu interior pode conter minerais, ferros-liga, e materiais que forneçam gases de proteção, desoxidantes, e materiais formadores de escoria. Os ingredientes do fluxo promovem estabilidade ao arco, influenciando nas propriedades mecânicas do metal de solda, bem como no perfil da solda. Muitos arames tubulares são desenvolvidos para serem usados com uma proteção externa adicional. Os gases ricosem CO2 são mais comuns. O metal de solda pode ser depositado a taxa de deposições maiores, e os cordões de solda podem ser mais largos e com menor perfil do que os produzidos com arame sólidos, mesmo tendo com gás de proteção o CO2.
Outra família de arames tubulares é a auto protegida. Esses arames foram desenvolvidos para gerar gases de proteção a partir de adições no fluxo, de modosimilar aos eletrodos revestidos. Arames tubulares auto protegidos não exigem proteção gasosa externa e podem ser aplicados tanto com corrente contínua eletrodo positivo (CC+) como com corrente contínua eletrodo negativo (CC-). Arames tubulares auto protegidos podem ser empregados sob ventos moderados com perturbações mínimas na atmosfera protetora em torno do arco. Também estão disponíveis aramestubulares Tubrodur® para placagem, recuperação de equipamentos rodantes e manutenção de equipamentos.
.
Adicionalmente, os arames tubulares mais modernos apresentam um teor de hidrogênio difusível muito baixo e uma alta resistência à reabsorção de umidade, reduzindo, com isso, os custos com ressecagem.

2.2 Processo de Soldagem
Nesse processo, o arcoelétrico se forma entre a peça e um tubo metálico – cujo interior é preenchido por fluxo fusível – o qual é continuamente alimentado desde uma bobina.A poça de fusão assim produzida é envolvida por escória e gases resultantes da decomposição do fluxo.
Portanto, são realizadas pelo fluxo benéficas reações metalúrgicas no metal de solda – o que não ocorre no processo MIG.
FiguraRetirado do livro soldagem Processos e Metarlurgia
[pic]
Os materiais normalmente soldados por este processo são os aços ao carbono; baixa liga; inoxidáveis e ligados, além de diversos tipos de revestimentos protetores, de maneira semi-automática, a mais usual, ou completamente mecanizada.
2.3 O processo de fabricação dos arames tubulares

A matéria primaempregada para a fabricação dos arames tubulares constitui-se de uma fita metálica enrolada na forma de uma bobina e de um pó com formulações específicas, denominado fluxo. A fita metálica é alimentada continuamente, sendo deformada por roletes, fazendo com que sua seção reta tome o formato de uma canaleta ("U") para receber a adição do fluxo através de um silo de alimentação. Ver Fig 03 Abaixo....
tracking img