Aquifero guarani

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Esse reservatório de proporções gigantescas de água subterrânea é formado por derrames de basalto ocorridos nos Períodos Triássico, Jurássico e Cretáceo Inferior (entre 200 e 132 milhões de anos).  É constituído pelos sedimentos arenosos da Formação Pirambóia na Base (Formação Buena Vista na Argentina e Uruguai) e arenitos Botucatu no topo (Missiones no Paraguai, Tacuarembó no Uruguai e naArgentina).
O Aquífero Guarani consiste primariamente de sedimentos arenosos que, depositados por processos eólicos durante o período Triássico (há aproximadamente 220 milhões de anos), foram retrabalhados pela ação química da água, pela temperatura e pela pressão e se tranformaram em uma rocha sedimentar chamada arenito. Essa rocha é muito permeável e assim permite a acumulação de água no seuinterior. Mais de 90% da área total do aquífero é recoberta por extrusões de basalto, rocha ígnea e de baixa permeabilidade, depositada durante o período Cretácio na fase do vulcanismo fissural. O basalto age sobre o Aquífero Guarani como um aquitardo, diminuindo sua a infiltração de água e dificultando seu subsequente recarregamento, mas também o isola da zona mais superficial e porosa do solo,evitando a evaporação e evapotranspiração da água nele contida.
|3 CARACTERIZAÇÃO GEOLÓGICA |
|O Aqüífero Guarani é constituído de várias rochas predominantemente arenosas, que foram sedimentadas em ambiente |
|flúvio-lacustres e eólicas do Triássico e do Jurássico. Os estratos doTriássico encontram-se na base do aqüífero e |
|correspondem às unidades correlatas às Formações Pirambóia e Rosário do Sul, no Brasil e Buena Vista, no Uruguai. Os estratos |
|do Jurássico encontram-se no topo do aqüífero e correspondem às unidades correlatas da Formação Botucatu (no Brasil), Misiones|
|(no Paraguai) e Tacuarembó (no Uruguai e na Argentina).|
| |

FORMAÇÃO DO AQUÍFERO

Há cerca de 150 milhões de anos, nossa região era um enorme deserto. Um intenso vulcanismo provocou o derramamento de lavas, cobrindo a maior parte de suas areias. Ao se resfriarem, as lavas sesolidificaram formando uma rocha dura chamada basalto.

O peso do basalto compactou e agregou as areias do antigo deserto até formar uma rocha porosa chamada arenito. O arenito ficou comprimido debaixo do basalto, restando apenas algumas bordas descobertas, denominadas áreas de afloramento ou de recarga. Por ali, as águas das chuvas passaram a penetrar lentamente no antigo deserto ao longo de milhões deanos, formando o reservatório de águas subterrâneas chamado Aqüífero Guarani.

Ao contrário do que muitos pensam, a água do aqüífero não corre como um rio no subsolo. Ela está embebida em uma camada de arenito, que funciona como uma esponja, absorvendo as águas da chuva que se infiltram. O reservatório subterrâneo é constituído pelos espaços vazios ou poros das rochas, onde a água é armazenadae circula muito lentamente.

O aquífero é continuamente abastecido pela infiltração das águas da chuva na área de afloramento. Por isso, esta área é a mais vulnerável e deve ser especialmente protegida para evitar a contaminação dos depósitos subterrâneos.
Geologia do aqüífero
O Aquífero Guarani consiste primariamente de sedimentos calcários depositados por processos fluviais e eólicosdurante os períodos Triássico e Jurássico (entre 200 e 130 milhões de anos atrás), sendo mais de 90% de sua área total recoberta com basalto ígneo de baixa permeabilidade, depositado durante o período Cretácio, que age como aquitardo e permite grande contenção de água. Isto diminui em muito a infiltração de água no aqüífero e seu subseqüente recarregamento, mas também isola o aqüífero da zona mais...
tracking img