Aquecedores de caldo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1614 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Aquecedores de Caldo
Este equipamento é formado por um conjunto de tubos por onde o caldo passa, enquanto o vapor, vindo das turbinas, percorre o lado externo do tubo. As câmaras dos aquecedores obrigam o caldo a passar de cima para baixo e de baixo para cima, garantindo maior rendimento e aproveitamento do vapor nesta troca térmica.

[pic]

[pic]

Filtros Prensa
|[pic]|[pic] |

São equipamentos para separação de sólidos-líquidos, compõem-se de vários componentes principais: a armação, o pacote de placas, as lonas de filtragem, assim como os diversos módulos para automação dos acessórios de operação.Uma suspensão flui contra os elementos filtrantes permeáveis (lonas), osquais só permitem a passagem de líquidos, retendo os sólidos. Deste fluxo, os sólidos retidos formam continuamente uma torta sobre as lonas de filtragem.
[pic]
Cozedor

[pic]

  Cozinhador Vertical Ecirtec Tipo Óleo Térmico: Construído em chapas de aço carbono. Sistema de aquecimento por meio de circulação de óleo térmico aplicado em câmaras (pratos). Eixo central com facões mexedores, acionadopor motor elétrico e redutor de velocidade. Quando aplicado para pequena produção horária ou em laboratório, o óleo térmico é aquecido por meio de resistência elétrica com painel de comando.

[pic]

Bicombustíveis(introdução)
[pic]
Bastante divulgados nos meios de comunicação nos últimos anos, os biocombustíveis são fontes de energia renovável que se apresentam como excelente alternativapara a substituição de derivados do petróleo, como gasolina e diesel. Menos poluentes e biodegradáveis, os biocombustíveis podem ser utilizados puros nos motores ou misturados com os produtos inflamáveis.
No Brasil, fala-se muito em biodiesel derivado do óleo da mamona ou do pinhão manso. A facilidade com que essas oleaginosas se desenvolvem na zona rural do sertão nordestino, por exemplo, éapontada como uma das grandes vantagens para a construção de usinas de processamento em fazendas onde se cultiva mamona.
No entanto, os biocombustíveis podem ser derivados de diversos vegetais, como dendê, girassol, babaçu, amendoim e soja, dentre outras. Inclusive, o primeiro biocombustível apresentado ao mundo, em 1900, durante a Exposição Mundial de Paris, era derivado de amendoim. No Brasil, nosanos 60, as Indústrias Matarazzo fizeram as primeiras experiências do tipo no país, buscando produzir óleo a partir dos grãos de café.
As constantes crises do mercado de petróleo ajudaram a aumentar os investimentos em pesquisa na área durante todo o século XX. Na realidade, antes mesmo do engenheiro alemão Rudolf Diesel concluir o primeiro motor a óleo diesel de boa eficiência, em 1897, óleosvegetais já eram empregados para mover máquinas. O problema maior é que eles degradam os motores muito mais rapidamente que os derivados de petróleo.
Hoje, já é uma realidade no Brasil o uso do óleo diesel misturado com biodiesel em proporções em que não há dano aos motores dos veículos e se aproveitam as vantagens do novo combustível. Também já estão avançadas as pesquisas sobre a construção demotores especificamente preparados para funcionarem com biocombustíveis.
Da terra para o tanque de combustível(processo)

Como sementes de mamona, por exemplo, podem movimentar o motor de um grande caminhão?! O uso dos biocombustíveis com eficiência depende de um processo com várias etapas em que os vegetais saem da lavoura e passam por várias transformações até o óleo resultante chegar ao tanque decombustível.
As plantas das quais se derivam os biocombustíveis são exatamente conhecidos como oleaginosas porque dentro dos frutos há uma grande quantidade de óleo. Em uma mamona (Ricinus communis), popularmente conhecida como carrapateira, entre 35% e 55% da massa do fruto é somente óleo. É esse material que interessa para a produção de biodiesel.
A primeira etapa, a extração do óleo, pode...
tracking img