Aprender a viver

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2089 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de janeiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Faculdade Anísio Teixeira

Bacharelado em Psicologia

Disciplina: Introdução à Filosofia

Professor: Jorge Nery

Semestre: 1°/Matutino

Aluno: Claudson Santana

Resenha Crítica

01- REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

FERRY, Luc, Aprender a viver: filosofia para os novos tempos. 1.ed. Rio de Janeiro: Objetiva, 2007.

02- APRESENTAÇÃO DO AUTOR DA OBRA

Luc Ferry nasceu em Parisem 1951, é um filósofo francês e antigo professor de filosofia e político engajado em favor da União para um movimento popular (UMP) e, enquanto filósofo, assume-se como um dos defensores do Humanismo Secular, visão do mundo que se contrapõe à religião, por conta do seu compromisso com o uso da razão crítica em lugar da fé, na busca de respostas para as questões humanas mais importantes., aliás, dasua responsabilidade a lei da proibição do uso de trajes religiosos (por exemplo, véus sobre a cabeça e rosto das mulheres islâmicas) em escolas públicas da França. De acordo com Ferry, uma filosofia começou a ser completa quando ela se afasta de Deus. Quanto mais a filosofia for ateia, mais corresponde à definição de filosofia.

Filósofos como Nietzsche, Sartre, Kant, Heidegger exerceramgrande influência no pensamento do autor, e na sua forma de ver o mundo e o homem em si.

03- PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA

O autor Luc Ferry é um Humanista secular e tem uma visão crítica acerca da humanidade hoje. Podemos perceber em sua obra essa forma crítica que ele tem acerca do humanismo. O livro aborda, através desse pensamento do autor que “em filosofia se reflita. Que se pensenela (...), por vezes, de modo crítico e interrogativo também” (pág. 19), ou seja, é com espírito crítico que se deve pensar as coisas.

O autor como um humanista, ele diz que o homem, através da sua própria razão, através de si mesmo que consegue refletir, encontrar soluções para suas próprias respostas, que ele não precisa de um “Outro para conseguir a sua salvação”.

No livro, o autoraborda os principais momentos da filosofia na história através de três abordagens com o objetivo de facilitar a compreensão do leitor acerca dos pensamentos dos diversos filósofos que marcaram a filosofia: a teoria, a moral ou ética e a salvação ou sabedoria. A teoria “consiste em se ter uma ideia do ‘campo’, em se conquistar um mínimo do conhecimento do mundo no qual nossa existência vai sedesenvolver” (pág. 32). A ética discute como aplicar a teoria na prática; e a sabedoria é trazer um sentido, o porquê, a finalidade de se discutir a teoria e a prática.

Essa abordagem que Luc traz nos dá uma visão diferente acerca da filosofia, nos faz pensar a filosofia de uma forma mais clara, facilitando a compreensão dos pensamentos dos filósofos e como contribuiu para o pensamento humano hoje.04- BREVE SÍNTESE DA OBRA

O autor ele traz ao leitor, de uma forma clara e objetiva, abordando os três tópicos para esclarecimento, os principais pensamentos que marcaram a filosofia, desde a Antiguidade até o período Contemporâneo. Esses momentos são divididos em capítulos que serão abordados em seguida.

• Filosofia Antiga

□ É no século VI a.C. que a filosofiadá seu pontapé inicial, com o chamado “milagre grego”. O pensamento religioso basicamente formava o pensamento grego e estava no lugar da filosofia. Era ele que respondia as questões acerca da salvação, da origem do cosmos e das inquietudes do homem.

□ Diversas escolas filosóficas já existiam desde o séc. IV a.C. entre elas a escola estóica, fundada por Zenão de Cítio, que tevevários momentos.

□ Para os estóicos a harmonia cosmos é a essência do mundo. Descobrir o mundo era perceber como ele é bem feito, como tudo tem uma lógica própria, uma razão. E essa ordem harmonia só pode ser justa e boa. O cosmos ou o “divino” dos estóicos é “transcendente e imanente”.

□ O estoicismo diz da importância de ajustar-se ao cosmo, à ordem harmoniosa que...
tracking img