Aprender brincando

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1710 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ivalnice de souza santos












crescer brincando









Projeto de intervenção apresentado à disciplina de Estágio I – Iniciação ao Serviço Social – do Curso de Serviço Social – do Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI, como requisito parcial para avaliação.
Andreia kaline Fernandes-Tutor Externo – Orientador
Ivanilce Liene Aguiar dos Santos – Orientador






















POÇÕES
2011


SUMÁRIO




1 ÁREA DE CONCENTRAÇÃO 4

2 JUSTIFICATIVA .............................................................................................................5

3 OBJETIVOS 6

4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 6

5METODOLOGIA 7
6 PROCEDIMENTOS OPERACIONAIS.......................................................................8
7 AVALIAÇÃO E CONTROLE.......................................................................................9
8 CRONOGRAMA.............................................................................................................9
9RECURSOS.....................................................................................................................10
REFERÊNCIAS 11








1 ÁREA DE CONCENTRAÇÃO


Desenvolver o trabalho com crianças e as genitoras ou responsáveis pelas mesmas, resgatando a visão de família do amparo e suporte que esta deve oferecer.
Através de brincadeiras, jogos, palestras e filmes, atividades lúdicas que fomentem essevínculo.
Muitas coisas que precisamos podem esperar. A criança não pode. Seus sentidos e sua personalidade estão se desenvolvendo. Para ela não podemos responder amanhã. “Seu nome é ‘hoje’.”


Área de Concentração: Família
Tema: A criança como prioridade em todos os sentidos.



1 APRESENTAÇÃO DO TEMA


Buscar através das atividades supracitadas, aaproximação e a valorização dos protagonistas deste trabalho que é a criança no seio familiar, firmando em seu caráter valores importantes e às vezes esquecidos. As crianças passam por diversas fases ao longo do seu desenvolvimento e algumas delas são vividas e superadas em harmonia.
Por vezes, são confrontadas com questões e desafios com os quais ainda não conseguem lidar, Estas circunstânciasgeram sintomas, e problemas que requerem apoio. Por isso o trabalho deve ser com as crianças e as famílias.


1.2 DELIMITAÇÃO DO PROBLEMA



Por acreditar que o potencial das crianças deva ser trabalhado, incentivado, e aprimorado, por sentir que os pais ou responsáveis estão cada vez mais distantes destes, já que ambos têm que trabalhar para garantir o sustento dos mesmos, segundoo preconizado no Estatuto da criança e do adolescente:
.
ART. 4° - É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar ecomunitária.
Diante de todos esses argumentos nem há mais o que colocar a não ser descruzar os braços e agir enquanto é tempo.


2 JUSTIFICATIVA –



Perante uma criança em risco, a intervenção imediata constitui um imperativo ético, observando às situações que coloquem o interesse superior da criança em risco, torna-se um dever de qualquer cidadão agir.
Deste modo, propomo-nosrefletir sobre as crianças em risco e compreender qual o nível de responsabilidade que é imputado a cada pessoa na sociedade e principalmente a famíliaonstitui um imperativo ético, cr enquanto famdo adolescenteas e sem proteç.
a) Não basta só dizer que as crianças são o futuro, temos que demonstrar o quanto são capazes, elevando a autoestima dos mesmos com a interação familiar;
b) O ECA é...
tracking img