Apostila de portugues

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 27 (6720 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ortografia: origem grega (orto = reto, correto + grafia = ato de escrever). É a parte da gramática que determina como as palavras devem ser escritas, segundo os padrões da língua culta.

Emprego do G:
* ►nas palavras derivadas de outras que já apresentem g (gesso = engessar, engessado);
* ►nas palavras terminadas em: ágio, égio, ígio, ógio, úgio (pedágio, privilégio, vestígio,relógio, subterfúgio);
* ►nos substantivos terminados em gem (coragem,estiagem, vertigem, fuligem)
* ►Exceções: pajem e lambujem.
*
* »Emprego do J:
* ► nas palavras derivadas de primitivas que se escrevem com j (jeito = ajeitar, ajeitado);
* ► em palavras de origem tupi (jibóia, pajé, jenipapo)
* ► nas formas dos verbos terminados em jar (arranjar = arranje, arranjei,arranjamos)
* ► na terminação aje (laje, traje, ultraje)

Emprego de X:
* depois de ditongo (rouxinol, encaixado, deixar);
* depois da sílaba inicial me (mexer, mexicano) (Mecha e derivados escreve-se com ch)
* depois da sílaba inicial en (enxada, enxoval, enxame) (Não se aplica às palavras com sílaba inicial en, formadas a partir de palavras grafadas cm ch = encher,enchente (de cheio).
*
* Emprego de S:
* nos adjetivos terminados em oso / osa (dengoso, cheirosa, formoso, horrorosa)
* nas palavras com as terminações ês, esa, Isa indicando nacionalidade, origem, título de nobreza ou profissão (português, japonesa, camponês, duquesa, baronesa, poetisa)
* depois dos ditongos (coisa, deusa)
* nas formas dos verbos pôr e querer (pus,puser, quis, quiser)
* nas palavras derivadas de uma primitiva grafada com s (casa = casinha, casebre)
* Exceção: catequizar = catequese

Emprego de Z:
* »
* ►nos substantivos abstratos com as terminações ez / eza derivados de adjetivos (mesquinho = mesquinhez; magro = magreza)
* ►nos verbos formados pelo acréscimo da terminação izar (real = realizar)
* ►nas palavrasderivadas de uma primitiva grafada com z (juiz = juíza, ajuizar)

Emprego de Por que; Por quê; Porque e Porquê:
* 1- por que – escreve-se separadamente e sem acento:
* a) orações interrogativas diretas: Por que você saiu?
* b) orações interrogativas indiretas: Diga-me por que você saiu.
* c) Em substituição à pelo qual e suas variações: As ruas por que passamos estavamlimpas.
*
* 2- por quê - grafa-se separadamente e com acento:
* a) quando ocorrer no final de frases interrogativas: Você saiu por quê?
*
* 3- porque - grafa-se numa única palavra quando for empregado como:
* a) conjunção, geralmente causal ou explicativa. Neste caso pode ser substituído pela conjuncão pois. É a resposta da pergunta: Não fui à sua casa porque choveu.
** 4- porquê - grafa-se numa única palavra e acentuado quando for substantivo.
* Nesse caso pode ser reconhecido:
* a) pela anteposição do artigo;
* b) substituindo-o pelas palavras “motivo”, “causa”: Ela sabe o porquê de sua demora.

Emprego de A e Há:
* »A : indicação de tempo futuro e distância (A próxima reunião será daqui a dois meses)
* »Há: referência atempo passado (Há cinco anos que não viajamos)
* »Emprego de Onde e Aonde:
* »Aonde: só empregue quando a palavra puder ser substituída por “para onde” (Aonde você vai com tanta pressa? = Para onde você vai com tanta pressa?)
* »Onde: usar se não puder ser substituída por “para onde” (Onde você mora?)

Acentuação Gráfica

O conhecimento das regras de Acentuação Gráfica favorece acompreensão e a produção de textos

Sílaba tônica- sílaba sobre a qual recai maior intensidade, proferida com mais esforço muscular e mais nitidez: menino, trabalhador , café
* »Sílaba átona- sílabas que não são tônicas. Podem ser pretônicas (antes da tônica) ou postônicas (depois da tônica):
* »
* »pretônica ca der no postônica
* »
* »sílaba tônica
* »
*...
tracking img