Antologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Poema


O BICHO

VI ONTEM um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.

Manuel Bandeira


Comentário:


No poema o bicho de Manuel Bandeira, elecomeça descrevendo uma cena em que um bicho esta revirando o lixo para achar alguma coisa com que possa se alimentar. no final, fala que esse bicho na verdade era um ser humano.

Nesse poema, Manuelquer mostrar a pobreza do brasileiro, a situação de extrema pobreza que leva o homem a ter que procurar nio lixo,no resto dos outros homens, algo para matar sua fome. ele , na verdade, critica essaeminente desigualdade social, através de se mostrar indignado à cena assistida( o bicho, meu deus, era um homem). isso nos leva a uma analise social da situação do Brasil, principalmente vivida na pelada parcela mais pobre do país (o que é uma característica do modernismo).



Poema



ARTE DE AMAR







Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus - ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.

Deixa o teu corpoentender-se com outro corpo.

Porque os corpos se entendem, mas as almas não.

Manuel Bandeira



Comentário: Nossa consciência não está no corpo, e sim na alma. Nossacorpo vai morrer, apodrecer e a terra vai comer, mas nossa alma continuara viva com todos os sentimentos que possui, inclusive o amor. Não vamos confundir o amor um sentimento tão puro e verdadeiro...
tracking img