Ansiedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2778 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução
Será abordado através deste conteúdo estudos sobre a ansiedade, com relato de pesquisadores definindo suas características e o que ela pode causar.
O alto nível de ansiedade na vida de uma pessoa pode impedir na aprendizagem e na saúde podendo levar ate a morte.
2. Ansiedade
Definimos ansiedade como uma emoção caracterizada por sentimentos de previsão de perigo,tensão eaflição pela vigilância do sistema nervoso simpático. a ansiedade e medo são distinguidos entre si por duas dimensões. (1) O objeto do medo é fácil de especificar,ao passo que o objeto da ansiedade amiúde não é claro. (2) A intensidade do medo é proporcional à magnitude do perigo. A intensidade de uma ansiedade tem a probabilidade de ser maior do que o medo objeto. Na vida real, a ansiedade e o medonão são fáceis de diferenciar.
3. Influencias na intensidade da ansiedade
As respostas físicas à mesma podem ser brandas ou intensas. Estudos de gêmeos e investigações de diferenças em bebês, sugerem que os genes influenciam as reações humanas ao estresse. As experiências moldam também o nível de ansiedade de um individuo. Nos ratos, muitas ou poucas experiências despertadoras de medo na infânciaestão associadas a um nível de ansiedade mais alto que a media de ansiedade mais tarde na vida. O excesso de estresses durante a infância e através do ciclo de vida é definitivamente nocivo aos seres humanos. Por exemplo, depois de exposição continua ao perigo durante o combate da Segunda Guerra Mundial,os soldados chegavam a um ponto de não retorno. As respostas ao estresse tornavam-seexageradas. Quando os soldados voltava, a vida civil,reagiam as menores pressões (como ruídos altos,luzes brilhantes ou exercício) como se estivessem ante uma grande emergência. Seus corpos se recuperaram lentamente. Os mecanismos que comumente restauram as condições de equilíbrio pareciam estar danificados.
Embora as pessoas mostrem níveis característicos de ansiedade as respostas a qualquer eventoespecifico dependem ate certo ponto dos pensamentos e das percepção . há evidencia de que os animais de laboratório como as pessoas sente menos tensão quando se sente em controle –quando os estresses são previsíveis e é possível o comportamento agonístico .por exemplo , os ratos que choques imediatamente depois de uma tonalidade sonora são menos propensos a desenvolver ulceras , uma relação seria aansiedade , do que os recebe choque casualmente sem aviso (mas na mesma quantidade).igualmente, os ratos , que podem da uma resposta que impeça choque, desenvolve menos lesões estomacais do que os animais expostos a choque idênticos, sem serem capazes de controla-los de um modo qualquer.
Um senso de controle também ajuda as pessoas a lidar com o estresse . em uma investigação , os psicólogosDavid glass e Jerome Singer e seus colaboradores estudaram os efeitos do ruído em quarentena e oito mulheres ainda não formadas.algumas participam da pesquisa ouviam uma fita gravada com sons superpostos: vozes de uma espanhol e de um armênio , uma maquina de escrever, uma calculadora de mesa e um mimeografo . as que pertenciam um grupo ouviam o ruído discordante a um alto volume; as do outro grupo,a um volume baixo . para alguns indivíduos em cada grupo, o ruído aparecia a intervalos regulares (previsíveis); para outros, a intervalos aleatórios (imprevisíveis). Após escutarem a fita, os participantes foram solicitados a trabalhar em tarefas de lápis e papel (algumas das quais eram insolúveis). Um outro grupo de mulheres que não havia tido a experiencia do ruído também atacou os mesmosproblemas . as estudantes que tinham sido expostas a qualquer ruído eram menos persistentes nas tarefas insolúveis outras . o ruído espaçado aleatoriamente, mesmo abaixo volume, diminuía a persistência mais do o ruído regularmente espaço. Resultados semelhantes foram obtidos de estudantes de colégios do sexo masculino e em residentes citadinos de ambos os sexos. Experimentos posteriores em...
tracking img