Analise politica 1984

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1762 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
GEORGE ORWELL
1984
Analise política

Maringá
15/06/2012


GEORGE ORWELL
1984
Analise política

Trabalho de graduação apresentado àDisciplina de Ciência Política do curso
De Ciências Sociais da Universidade
Estadual de Maringá.








Maringá
15/06/2012A ultima obra de George Orwell o romance 1984 mostra os perigos de um totalitarismo desmedido, onde as pessoas não são donas nem mesmo de seus pensamentos, ou seja, se a autoridade o grande irmão decide por algo ser o real e verdadeiro mesmo que isso contrarie qualquer lógica nada pode ser contestado, nesta analise são revistos estes fatos referentes a poder político.Em sua ultima obra George Orwell cria uma ficção prevendo o futuro, é claro que a obra falha na previsão em vários aspectos como o atentado nuclear de 1965 que não ocorreu, o que também não ocorreu foi a abolição das armas nucleares.
Mas os avisos sobre as bombas em 1984 lembram bastante a política Estadunidense quanto a bombas nucleares.
O livro começa com Winstoncomprando o diário que começa a escrever, ou seja, vemos ai à necessidade dele expor o que pensa, ele faz isso de acordo com o que ele julga ser mais seguro, mas que também lhe causaria a pena de morte caso fosse descoberto, o que não era difícil com teletelas espalhadas por toda a parte.
Percebemos logo no inicio onde diz o seguinte: “Numa das extremidades, um pôster colorido, grande demais paraambientes fechados, estava pregado na parede. Mostrava simplesmente um rosto enorme, com mais de um metro de largura; o rosto de um homem de uns quarenta e cinco anos, de bigodão preto e feições rudemente agradáveis”. Ele está citando o Grande Irmão, ele se apresenta como o estado sua figura é de certa forma uma representação do estado.
No texto O que é política dizia que a política de partido temduas faces uma em relação à sociedade e seus interesses; outra como política de disputa de governo. No livro o que era chamado de partido não tinha nenhum destes interesses já que não procurava agradar aos interesses da sociedade já que impunha os seus, e não disputava poder com nenhum outro partido, ele simplesmente impõe seu poder totalitário. O estado controlava os interesses públicos, qualquerque pensasse diferente do estado estaria cometendo crime.
As pessoas tinham a figura do Grande Irmão com aquele que tudo vê e se iludiam com a ideia de que ele era seu protetor; 1984 retrata uma sociedade onde o estado se impõe sobre todas as instancias sociais, influencia a historia do povo e seu passado, “Quem controla o passado controla o futuro, e quem controla o presente controla o passado”.Para ter esse controle o partido desenvolve uma novafala, onde fica impossível falar mal do partido, ele frauda a historia, e controla o pensamento espionando todo mundo.
As teletelas estão espalhadas por todos os lugares na cidade inteira e a população é obrigada a ver as noticias que passam nelas e os noticiários são integralmente governamentais.
Segundo o texto do Bobbio o termo políticano estado moderno começou a ganhar outros sentidos, e passou a ser usado comumente em termos que tem ralação com a Polis se pensarmos com relação ao livro 1984 praticamente tudo naquela sociedade era política porque tudo tinha a ver com o estado.
“Ainda mais adiante em seu texto Bobbio cita a tipologia clássica das formas de poder “O conceito de política, entendida como forma de atividade ou de...
tracking img