Analise mec rocha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Ambiente Mineral – Revista Brasileira de Mineração e Meio Ambiente, Volume 2, No 1, 2011 – ISSN 2179-6203

USO DE CABOS E CONCRETO PROJETADO PARA ESTABILIZAR RAMPA EM ZONA DE FALHA EM MINA SUBTERRÂNEA Aarão de Andrade Lima1; Wanderley Lins de Oliveira2; Wellington W. Moura de Alcantara3
RESUMO – Os objetivos deste artigo são: estimar as condições de carga e dimensionar reforços usando cabos deaço e concreto projetado em rochas brandas (squeezing rocks), por meio de métodos empíricos e numéricos; apresentar os aspectos construtivos do sistema de suporte com cabos e concreto projetado; interpretar a atuação do novo sistema de suporte em maciços rochosos de baixa resistência; e comparar o método tradicional de suporte usando cambotas com o método usando cabos e concreto projetado. Umaaplicação pioneira foi realizada em um trecho com 31 metros na zona de falha cruzada pela rampa de acesso do nível 400 da Mina Ipueira 3. Para o caso em estudo, a combinação cabos com 6 metros de comprimento e concreto projetado resultou em uma redução de custos em torno de 35%, e o tempo de avanço com cabos foi reduzido pela metade, em relação aos custos e tempos previstos com o uso de cambotas.Palavras-Chave: Tirantes, concreto projetado, rochas brandas.

USE OF CABLE BOLTS AND SHOTCRETE FOR STABILIZING RAMP IN FAULT ZONE AT UNDERGROUND MINE
ABSTRACT – The objectives of this article are: to estimate loading conditions and to design reinforcements using cable bolts and shotcrete in squeezing rocks, using both empirical and numerical methods; to explain the constructive aspects ofsupport systems using cable bolts and shotcrete; to interpret the performance of the new reinforcement system for low resistance rock masses; and to compare the traditional support method using steel sets with the new method using cable bolts and shotcrete. A pioneering application was made in 31 meters of the fault zone crossed by the access ramp of level 400 of Ipueira 3 Mine. For the case understudy, the combination of 6 meters cable bolts with shotcrete resulted in a costs saving of about 35%, and the time required for opening the ramp was cut to half, in comparison with the costs expected for steel sets support method. Keywords: Cable bolts, shotcrete, squeezing rocks.

_________________ 1 Professor Associado III, PhD., Unidade Acadêmica de Mineração e Geologia, Universidade Federal deCampina Grande – UFCG, Rua Aprígio Veloso, 882, , Campina Grande – PB, CEP: 58109-970, e-mail: aaraolima@uol.com.br 2 Engenheiro de Minas, Superintendente de Mineração, Companhia de Ferro Ligas da Bahia – FERBASA 3 Engenheiro de Minas, Gerente de Lavra e Desenvolvimento, Companhia de Ferro Ligas da Bahia – FERBASA

Ambiente Mineral – Revista Brasileira de Mineração e Meio Ambiente, Volume 2, No1, 2011 – ISSN 2179-6203

INTRODUÇÃO
A Mina Ipueira, onde foi realizada esta pesquisa, pertence ao Grupo FERBASA, sendo localizada na porção norte-nordeste do Estado da Bahia, no Município de Andorinha. O bem mineral produzido é a cromita, cujos produtos comercializados são o lump (fração acima de 2 ½ polegadas) e a areia de cromita (fração fina). A mineralização de cromo, que faz parte doDistrito Cromitífero do Vale do Jacurici, ocorre na forma de corpo tabular com espessura variando de 6 a 8 m. O cromitito está no interior de um sill de rochas básicas e ultrabásicas com trend norte-sul, cuja espessura situa-se em torno de 130 m (Marinho et al., 1986). O sill está posicionado entre mármores, no topo estratigráfico, e granulitos na base. Na região das minas em estudo essa seqüênciaestratigráfica encontra-se invertida, com os mármores posicionados na base e os granulitos no topo. Segundo Marinho et al. (1986) as seguintes unidades estão presentes no sill ultramáfico: plagioclásio-ortopiroxênio cumulatos (29 m); ortopiroxênio-espinélio cumulatos (2 m); ortopiroxênioolivina-espinélio cumulatos (33 m); cromita cumulatos (7 m); e olivina-ortopiroxênio-espinélio cumulatos (60 m)....
tracking img