Analise imediata

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2802 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Objetivo
Conhecer as principais vidrarias, acessórios e equipamentos de um laboratório, visando o correto emprego de cada um deles.

2. Introdução Teórica

3.1 Definição de Vidro
Corpo sólido, transparente, duro e frágil, obtido pela fusão de areia com soda ou potassa. O vidro é uma substância inorgânica homogênea e amorfa (sem forma definida), obtida através do resfriamento deuma massa líquida a base de sílica. Em sua forma pura, o vidro é um óxido metálico superesfriado transparente, de elevada dureza, essencialmente inerte e biologicamente inativo, que pode ser fabricado com superfícies muito lisas e impermeáveis. Estas propriedades desejáveis conduzem a um grande número de aplicações. No entanto, o vidro é frágil, quebrando-se com facilidade. O vidro distingue-se deoutros materiais por várias características: não é poroso nem absorvente, é ótimo isolador, possui baixo índice de dilatação e condutividade térmica, suporta pressões de 5.800 a 10.800 kg por cm².

3.2 Tipos de Vidros
Os vidros mais conhecidos hoje em dia são os vidros liso e transparente, mas existem muitos outros tipos usados nos mais diversos segmentos. Entre os mais procurados estãoos jateados, canelados, aramados, gravados, bisotados, temperados e laminados.

3.3 Vidraria de Laboratório
O vidro boro-silicato código 7740 é o que mais se adapta como ideal para a maioria das aplicações em laboratório. Com as devidas precauções, ele suporta praticamente todas as temperaturas de uso normal em laboratório e é altamente resistente ao ataque químico. Seu baixo coeficientede expansão permite que seja fabricado com paredes mais grossas, possibilitando boa resistência mecânica e razoável resistência ao calor. Além disso, é um vidro que pode ser fabricado mais facilmente que a maioria dos outros tipos, o que o torna mais econômico. Enfim, é o melhor tipo de vidro para aplicações em laboratório. O vidro boro-silicato é fabricado a partir do 7740 com um corantevermelho para proteção contra radiação ultravioleta. Esta coloração vermelha é queimada na superfície exterior, resultando um produto tão durável quanto o vidro base. O vidro boro-silicato Âmbar, fabricado com um corante à base de prata, possui as mesmas características.

3. Material e Reagente

4.4 Material

* Varas de Vidro;
* Proveta;
* Bureta;
* Pipeta;
* BalãoVolumétrico;
* Filtro de Papel;
* Bomba a Vácuo;
* Funil de Decantação;
* Condensador;
* Tripé de Ferro;
* Erlenmeyer;
* Funil de Buchner;
* Manta de Amianto;
* Tubo de Ensaio;
* Conta Gotas;
* Pisseta;
* Suporte Universal;
* Béquer;
* Bastão de Vidro;
* Pipeta Volumétrica;
* Pipeta Graduada;
* Pera;
* Argola;
* Pinça deMadeira;
* Frasco de Kitassato;
* Funil Analítico;

4.5 Reagente

* Solução de Iodo a 0,5%
* Clorofórmio;
* Carbonato de Cálcio;
* Solução a 5% de Ácido Acético;
* Sulfato de Cobre Pentaidratado a 5%;
* Leite;
* Óleo;
* Enxofre;

4. Procedimento

5.6 Manuseio da Vareta de Vidro;

5.7.1 Corte
Cortou-se uma vareta, fez-se uma incisãotransversal com uma lima triangular em pedaços de 20 a 22 cm e em seguida fez-se um ligeiro esforço como se estivesse tentando dobrá-la. O apoio é feito com os dois dedos polegares.

4.1.2 Queima das extremidades
Depois do corte, as bordas da vareta tornam-se ásperas e cortantes, o que dificulta sua introdução nos orifícios das rolhas e oferece perigo de corte nas mãos. Isto é evitadoprocedendo-se à queima ou arredondamento das extremidades. Introduziu-se a extremidades no interior da chama girando continuamente o tubo entre os dedos. Retirou-se quando se notou que as bordas se tornaram arredondadas. Em seguida deixou-se resfriar sobre a prateleira da bancada.

4.1.3 Obtenção de um capilar
Introduziu-se a vareta na zona mais quente da chama com movimentos giratórios. Quando a...
tracking img