Analise ergonomica no posto de trabalho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3368 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
OPERADORES DE CAIXA DE SUPERMERCADO ANÁLISE ANTROPOTECNOLÓGICA DO TRABALHO
Juliana da Silva Stôpa
Universidade Feredal do Rio de Janeiro End.: Rua José Carlos Pace, nº 1083 - Jacarepaguá - Rio de Janeiro - RJ

Nagela Cristina Ferreira Dabdab
Universidade Feredal do Rio de Janeiro End.: Rua Desembargador Isidro, nº 160 aptº 1301 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ

Rafaela Lara de Araújo Vaz deMelo
Universidade Feredal do Rio de Janeiro End.: Rua Cosme Velho, nº 67 cob.02 - Cosme Velho - Rio de Janeiro - RJ

Abstract Inside the competitive reality of the supermarket sector, the investiments in technology and work quality areas, in order to shorten queues and gradually offer other services have been powerful instruments in the conquest of new markets. This way, the scanners forreading the bar codes have been introduced in large supermarket nets during the last years. In many cases, an adaptation of the workplace to the machine, without considering its adequacy to men, has ocurred. The cashier’s routine causes frequent extensions and torsions of the chest, what results in an inadequate posture, muscular tensions and pain complaints on the part of the workers. According to ourergonomic analysis in a supermarket in Rio de Janeiro, we proposed some considerations to a workplace turned to the core of the question, observing specifications related to health and comfort conditions at work. Keywords: Workplace; Modernization; Comfort

1. INTRODUÇÃO No Brasil, inseridos em um contexto de economia em estabilização e aumento do poder de compra da população, o setorsupermercadista enfrenta uma realidade cada vez mais competitiva. Os investimentos em tecnologia e qualidade de atendimento ao cliente, a fim de reduzir filas e de prestar cada vez mais serviços, como o empacotamento de mercadorias, têm sido poderosos instrumentos na conquista de novos mercados. No país, 3% das 43 mil lojas são automatizadas e esse número tende a crescer expressivamente até o final doséculo. A previsão é de que sejam gastos US$ 2,0 milhões até o ano 2000, US$ 500 mil por ano, e que 60% das lojas venham a ser informatizadas. Em nível de comparação, em 1989, o custo de um check-out era em torno de US$ 10 mil, passando para US$ 2,2 mil no ano de 1996. Desta forma, num mundo onde a busca por inovações tecnológicas vem se tornando cada vez mais freqüente, o setor de supermercados temincorporado tecnologias à sua

atividade, muitas vezes sem atentar para a repercussão que a falta de um planejamento pode causar. Particularmente no check-out, a demanda por novas tecnologias é mais intensa, já que este é um ponto fundamental na organização por representar a interface entre o supermercado e o cliente. 2. METODOLOGIA Foi feito um estudo detalhado do posto de trabalho dos operadoresde caixa em uma filial de uma das quatro maiores redes de supermercados do Rio de Janeiro. Foram analisadas e relatadas as maneiras pelas quais os operadores de caixa realizam suas funções, quais os movimentos críticos realizados e os incômodos sentidos. Também foi possível vivenciar a atividade, trabalhando no posto em questão por duas horas, quando foi de fato constatada a veracidade dasinformações que vinham sendo colhidas. Além de conversas informais, foram realizadas entrevistas baseadas em um questionário (Anexo A) aplicado em 70% dos 136 operadores de caixa da loja. As posturas e movimentos de trabalho foram documentados e desenvolveu-se uma análise ergonômica a fim de identificar as causas dos problemas mais freqüentes. Com base nos dados obtidos associados a conceitos deantropometria, foram feitas considerações para o posto de trabalho, focalizado no âmago da função, que procura descartar ou minimizar possíveis movimentos que prejudiquem a saúde do trabalhador. 3. ESTUDO DA POPULAÇÃO DE TRABALHO Com o objetivo de caracterizar a população de trabalho, as entrevistas foram feitas com amostras iguais em turnos da manhã e da tarde. Os dois turnos possuem dois horários: o...
tracking img