Analise do filme bmw vermelha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2382 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 3
2 análise do filme bmw vermelho e a sociedade do consumo 4
3 CONCLUSÃO 6
REFERÊNCIAS 7
INTRODUÇÃO


Este trabalho vem contribuir para o entendimento das Políticas Públicasna sociedade capitalista de natureza sócio-assistencial, e que após a Constituição de 1988, foi instituído um arcabouço jurídico que permitiu a consolidação do regime democrático brasileiro, além dos direitos sociais, estabelecidos e impulsionadas pela constituição.


O filme BMW Vermelha, oferece elementos relevantes para o debate atual sobre políticas públicas, e as questõessociais, e tem como objetivo abordar o processo de participação da sociedade, no âmbito das políticas sociais, no que se refere a formulação, implementação e controle das políticas sociais apontando características e tensões com base no filme.




eNDIVIDAMENTO DAS FAMÍLIAS BRASILEIRAS


Diante da estabilização da economia e da inflação, os preços dos produtos ficaram maisacessíveis para as familias brasileiras, resultando na facilidade aos bens de consumo e ao crédito, proporcionando aumento das dívidas pessoais muitas vezes sem nenhum planejamento, que tornam as pessoas reféns aos juros altos.


A falta deste planejamento financeiro, as familias terminam ficando endividadas e inadiplentes, como o atraso nas prestações (compras parceladas), o nãopagamento ou o pagamento mínimo do cartão de crédito com juros altíssimos, causando acumulação da dívida e a perda do controle das dívidas, tendo que fazer outras dívidas, como: fazer empréstimos bancários ou com agiotas com altos juros para liquitar dívidas anteriores.


O brasileiro deveria ter nas escolas o acesso a orientação quanto ao planejamento financeiro, pois o dinheiro tem umagrande influencia emocional na vida do ser humano, e uma relação de acordo com a forma de vida socio econômica.


Segundo Pilagallo (2000), “ DINHEIRO É UMA METÁFORA, OU SEJA, QUE SIGNIFICA OUTRA COISA”. Isto é: depende do acordo entre membros de uma sociedade para que assuma um valor, logo, dinheiro é resultado de ajustes sociais.


O dinheiros é apenas um medidorpara todas as mercadorias, mas também um gerador de riquezas. Para karl Marx, o capitalismo surgiu por causa das condições históricas durante a idade moderna e se desenvolveu na revolução industrial, a venda da força de trabalho aliena o trabalhador de sua capacidade criativa de produção, que não precebendo a alienação, não reconhece a exploração que se torna vítima, e os conflitos entre classesaparecem a partir do momento em que trabalhadores percebem que estão trabalhando mais e, no entanto, estão cada dia mais miseráveis. IMIRANDA, CASTILHO & CARDOSO, 2012).


A falta de conhecimentos de como lidar com valores financeiros, vem causando um crescente endividamento das pessoas, que acaba tendo reflexos na qualidade de vida das pessoas, com dificuldade para administrar ostipos de créditos mais acessível aos determinados grupos sociais.


De acordo com o texto 1 “ Endividamento das familias cresce em junho”, o percentual de familias brasileiras com dívidas subiu para 57,3% em junho, ante 55,9% no mês anterior, quebrando um movimento de queda iniciado no mês de junho de 2011. Os dados são das Pesquisas de Endividamento e Inadiplência do Consumidor(Peic), realizada mensalmente pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC, divulgada ontem (Jornal Folha de São Paulo de 28 de junho de 2012).


Pude observar que apesar do aumento de 1.4% em relação ao mês anterior, a elevação no endividamento foi pequena e as familias brasileiras estão mais cautelosa na contratação de crédito, pois no ano anterior...
tracking img