Analise de disturbio osteomusculares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7713 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT) de Funcionárias da Cozinha e Limpeza do Colégio Agrícola Estadual Augusto Ribas - U.E.P.G.

Jail Bueno Flavio Guimarães Kalinowski Celso Bilynkievycz dos Santos

Resumo: Estudos de análise das queixas de dores através das freqüências de respostas de um questionário, aplicado às funcionárias da seção de cozinha e Limpeza doColégio Agrícola Augusto Ribas da Universidade Estadual de Ponta Grossa, revelaram através de técnicas estatística as possibilidades de dores decorrentes da função. Apontando como dores de maior predominância da função de Cozinheira: nuca e região lombar (77%); Auxiliar de Cozinha: pulso/mão (100%); Serviços Gerais: costas e gastrôcnêmio (70%). E a dor de ombro como maior freqüência em todaamostra (68%). Este estudo poderá auxiliar o Personal Trainning no planejamento mais adequado de programas de Ginástica Laboral genéricos e específicos por função. Abstract: Studies of analysis of the complaints of pains through the frequencies of answers of a questionnaire, applied to the employees of the section of kitchen and Cleanness of the Agricultural College Augusto Ribas of the State Universityof Ponta Grossa, had disclosed through techniques statistics the possibilities of decurrent pains of the function. Pointing as pains of bigger predominance of the function of Cook: nape of the neck and lumbar region (77%); To assist of Kitchen: pulse/hand (100%); General services: coasts and gastrôcnêmio (70%). E the shoulder pain as bigger frequency in all sample (68%). This study it will beable to assist the Personal Trainning in the adjusted planning of generic and specific programs of Labor Gymnastics for function more. 1. INTRODUÇÃO A fim de auxiliar inúmeros trabalhadores, surgiu oficialmente, em 12 de julho de 1949, a ergonomia (Ilda, 1990), que configura, planeja e adapta o trabalho ao homem. Define-se como (Wisner,1987) um conjunto de conhecimentos científicos relativos aohomem, necessários à concepção de máquinas, dispositivos e ferramentas que possam ser utilizados com o máximo de segurança, conforto e eficiência. Como o trabalho (e, muitas vezes, suas conseqüências dolorosas) nasceu bem antes dessa recente ciência, alguns empresários e trabalhadores viram-se “obrigados” a adotar (inconscientemente) atitudes e pensamentos ergonômicos, no início deste século. Operáriospoloneses (ALVES,1999) praticaram, em 1925, a “Ginástica de Pausa”, cujo exemplo foi seguido por holandeses e russos, após alguns anos. Tal ginástica, atualmente denominada ginástica laboral (GL), já era utilizada como ferramenta ergonômica, para melhorar a saúde do trabalhador e aumentar a produtividade. Após certa resistência dos empresários brasileiros (temendo não ter lucro com esteinvestimento), a GL vem adentrando nosso ambiente de trabalho (ALVES,1999) , desde 1973, onde ganha tanto o empregado quanto o patrão.

1

Apesar do empresário indiscutivelmente lucrar com a diminuição do absenteísmo e aumento da produtividade, é o empregado que sente, “na pele”, os inúmeros benefícios desta atividade, promovendo sua qualidade de vida, inclusive tornando-o mais consciente de seusdireitos. Este artigo está subdividido em 7 seções, incluindo esta introdução. Na Seção 2 é apresentada a relações entre a síndrome de dores ósteo musculares relacionadas ao trabalho, lesão por esforços repetitivos e a ginástica laboral. A Seção 3 descreve as normas regulamentadoras sobre ergonomia. Na Seção 4 é referenciada as doenças ocupacionais. A Seção 5 apresenta conceitos, causas,classificação, possíveis sintomas de stress. Na seção 6 são descritos os procedimentos metodológicos e a descrição do experimento, e finalmente conclui-se o estudo na Seção 7, onde também, são apresentadas pretensões trabalhos futuros. O objetivo deste trabalho é apresentar as possíveis DORT decorrentes das funções objeto de estudo. 2. DORT, LER e Ginástica Laboral As D.O.R.T (COUTO,1998) (distúrbios...
tracking img