Analise de consumo, de renda e de produção

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1267 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Análise de consumo – análise de produção – análise de renda

Análise de consumo:

Vivemos hoje o que podemos chamar de “Era do Consumo”, na qual a importância atribuída à satisfação das próprias necessidades e ao poder aquisitivo das pessoas, atinge proporções acima do razoável.
Uma das principais características do desenvolvimento econômico consiste nodesejo de transformar, por meio de recursos tecnológicos, o que é oferecido pela natureza em produtos a serem utilizados pelos indivíduos, obtendo lucro e prazer material.
O conceito de desenvolvimento econômico é relacionado à melhoria da qualidade de vida da população, a qual, tendo maior poder aquisitivo, passa a “comprar” seu bem-estar.
O consumidordispõe de uma renda e das informações sobre os bens e serviços disponíveis no mercado. Sem uma renda, ele não terá poder de compra e não poderá se comportar como consumidor. Quanto maior sua renda, tanto mais poderá consumir bens e serviços, aos diversos preços.
Considerando o fato de que vivemos num mundo em transição, o apelo e estimulo ao consumo são constantes no dia a dia dosindivíduos.
Períodos de crise podem ser úteis para incentivar a reflexão das pessoas à questão do consumo.
Tal reflexão mostra a realidade de que vivemos em um planeta com recursos esgotáveis e que, em algum momento, será necessário pensar nessa finitude e quais as consequências disso para o ser humano. Além disso, as pessoas passam a pensar em sustentabilidade,tanto do consumo como do planeta, visando à sua continuidade. Por fim, passa-se a pensar na questão dos resíduos decorrentes do consumo, como as embalagens.
A problemática relativa ao consumo consiste em distinguir o que é consumo (consumir o básico, de forma consciente) e o que é consumismo (consumir de forma excessiva ou inútil).
Vivemos em um mundocapitalista e globalizado, no qual a sociedade de massa vê no consumo um aspecto altamente positivo. A questão está relacionada à cultura da sociedade, onde os cidadãos são induzidos especialmente por força da mídia, a acharem que “precisam” de determinados bens e serviços, passando a consumir o supérfluo como se fosse necessário, acarretando mudança de sua condição: de consumidor torna-se consumista.É possível classificar os consumidores de acordo com seu grau de conscientização em: consumidores indiferentes, iniciantes, comprometidos e conscientes.
O consumidor indiferente é aquele que adota o menor número de comportamento consciente, com menor frequência, fazendo-o com uma visão de curto prazo e mais voltado para seu próprio bem-estar.
Oconsumidor iniciante e comprometido reflete estágio intermediário e expressa a evolução da consciência relativa ao consumo. Já o consumidor consciente é o que adota maior número de comportamento considerado ideal e o exerce com maior habitualidade. Demonstra, também, maior preocupação com questões como a sustentabilidade e a preservação do meio ambiente.
Normalmente, o consumidorindiferente costuma ser mais jovem e mais pobre, além de individualista, enquanto o consumidor consciente é mais velho, com maior poder aquisitivo e tende a se preocupar mais com o futuro.

Analise de produção

A palavra produção tem origem na expressão latina producere, que significa fazer aparecer, expor, oferecer à venda, por à venda etc.
Do ponto devista da Economia, produzir significa criar bens econômicos ou serviços, oferecendo-os à venda ou troca.
Troca ou permuta significam que os bens e serviços produzidos podem ser trocados ou permutados entre si (troca direta) ou por moedas (troca indireta), no caso de venda ou compra.
Produção é o processo pelo qual uma firma transforma os fatores de produção...
tracking img