Analise da escola pitagorica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma análise da escola pitagórica

O erro fundamental dos princípios pitagóricos se encontra na sua confusão entre a ordem abstrata das matemáticas e a ordem real doser. Mas, ao mesmo tempo, o valor de seu aporte filosófico é considerável. O progresso de seu pensamento é múltiplo.

1º – Supera a consideração material dos jônicospondo em seu lugar uma consideração racional, mais profunda, mais universal e mais científica.

2º – Introduz o conceito de harmonia e, com ele, o conceito da ordem e dalei, que se aplica não só ao Universo mas também a cada coisa em particular.

3º – Não cultiva somente a Física e as Matemáticas, mas desenvolve também uma éticabastante pura e sublime.

4º – Em geral determina mais cuidadosamente a relação entre o entendimento e o experimento científico – a experiência -, admitindo certo domíniodo primeiro em relação ao segundo no conhecimento científico do mundo, ou seja, o conhecimento não é meramente dependente da experiência, mas a determina, a ordena e aeleva a noção científica. Nisto consiste o elemento saudável de seu racionalismo.

Mas, por outro lado, falta o conceito claro de Deus, pois a filosofia pitagórica seinclina mais para uma espécie de panteísmo(1) emanativo, ainda que não rechace o politeísmo popular.

(1) – Panteísmo – Numa análise etimológica Pan (tudo, completude)e Teísmo (crença em Deus). Doutrina filosófica que afirma a identidade substancial de Deus e o mundo. Vale lembrar que os antigos gregos professavam o panteísmo e noslembrar do momento histórico em que a escola pitagórica se encontra. Já o politeísmo, em contraposição, é a doutrina filosófica que admite a existência de vários deuses.
tracking img