Analise clinicas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1594 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HEMATOLOGIA



TITULO: CADASTRO DE AMOSTRAS NO ANALISADOR DE HEMATOLOGIA BC-5380



OBJETIVOS

Padronizar os procedimentos técnicos do equipamento de hematologia para a contagem manual, adequando-se às normas determinadas pelas boas praticas em laboratório clinico (BPLC) e regulamentada pela n° 320, que visa normalizar as atividades laboratoriais.



PROCEDIMENTO



CONTAGEMMANUAL

1. Utilizar EPI’s em todo procedimento de preparo;

2. Se o equipamento estiver em STAND BY aperte em RUM (no analisador);

3. Clicar em CONTAGEM (aparecera uma tela);

4. Selecionar o modo clicando em CT-WB;

5. Em ID AMOSTRA (identifica a amostra do paciente);

6. Clicar em CONTAGEM (automaticamente o aparelho fará uma lavagem por 01 minuto e logo abrira aporta na frente do analisador);

7. Tirar a tampa do tubo e colocar no ADAPTADOR BRANCO (para tubos normais) e ou ADAPTADOR PRETO (para tubos pediátricos);

8. Colocar o TUBO ADAPTADOR no analisador e feche a porta;

9. Clicar em CONTAGEM (o equipamento processará a leitura);

10. Esperar terminar o procedimento de leitura, o equipamento libera a amostra e o resultado sai naimpressora;

11. Para voltar para a tela de leitura automática, clicar em CONTAGEM;

12. Selecionar o modo clicando em AL-WB e clicar em OK;

13. Em qualquer não conformidade, comunicar ao responsável técnico pelo laboratório.




VHS

Com um tubo capilar colocar dentro da amostra de hemograma já homogeneizado.




Exemplo:

Se colocar 10h a primeira hora vai ser as11h e a segunda hora as 12h.

Depois fazer leitura na tabela.

OBS: As amostras de hemoglobina devem ser separadas para outra bancada.




TIPAGE SANGUINEA

OBJETIVOS

Padronizar os procedimentos técnicos para Tipagem Sangüínea, adequando-se às normas determinadas pelas boas práticas em laboratório clinico (BPLC) e regulamentada pela RCD nº320, que visa normatizar asatividades laboratoriais.

PROCEDIMENTOS

1. Utilizar EPI´s em todo procedimento de preparo;

2. Identificar um tubo de ensaio para “Suspensão”;

3. Preparar a Suspensão;

|2µl |Solução Salina |
|100µl |Sangue Total (homogeneizado)|


4. Homogeneizar a “Suspensão”;

5. Identifique 03 tubos de ensaio “A” B” e “D”

Seguir o procedimento abaixo:

|Reativos |Tubo A |Tubo B |Tubo D |
|Anti-A |1 gota |-|- |
|Anti-B |- |1 gota |- |
|Anti-D |- |- |1 gota |
|Suspensão |100µl |100µl |100µl|


6. Homogeneizar delicadamente;

7. Centrifugar 15 segundos a 3400 rpm;

8. Ler por simples agitação (delicadamente) do tubo;

9. Resultado: É dada pela visível presença ou ausência de aglutinação;

OBS: Para resultado NEGATIVO é necessário fazer CONFIRMAÇÃO DE “D FRACO”;

10. Informar ao responsável técnico pelo laboratório a conclusão daanalise.

11. Qualquer não conformidade, comunicar ao responsável técnico pelo laboratório.




INSTRUÇÃO PARA CONFECÇÃO DE DISTENDIDO SANGUINEO (ESFREGAÇO)



OBJETIVOS

Padronizar os procedimentos técnicos para confecção de distendido sanguíneo, adequando-se às normas determinadas pelas boas praticas em laboratório clinico (BPLC) e regulamentada pela RDC n 320, que visa...
tracking img