John locke – segundo tratado sobre o governo: ensaio relativo à verdadeira origem extensão e objetivo do governo civil*

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (421 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO
JOHN LOCKE – SEGUNDO TRATADO SOBRE O GOVERNO: ENSAIO RELATIVO À VERDADEIRA ORIGEM EXTENSÃO E OBJETIVO DO GOVERNO CIVIL*

• Capítulo I
Mostrou-se no discurso anterior (Ensaio Relativo aCertos Princípios Falsos) que:
Adão não tinha domínio sobre o mundo e mesmo se tivesse seus herdeiros não teriam, mas se os herdeiros tivessem não poderia ter sido determinado com exatidão para quemseria dado o direito de sucessão, e que se fosse determinado após tanto tempo o direito se “perde”.
Por ser tão antigo e remoto é que não é possível tirar proveito destas coisas. Se a sociedade nãoquiser viver num governo desordenado, terá então que criar uma nova forma de governo, por isso é proposta a criação do poder político (que se define como sendo o direito de fazer leis com pena de morte ecom todas as penalidades menores para regular e preservar a propriedade, e de empregar a forma da comunidade na execução de tais leis e na defesa da comunidade de dano exterior em prol do bempúblico), onde sempre terá um alguém superior, com todos os poderes reunidos neste.

• Capítulo II – Do Estado de Natureza
O Estado de natureza do homem é de perfeita liberdade dentro dos limites da lei danatureza, mas sendo independentes uns dos outros, onde há uma igualdade evidente em todos os sentidos (a não ser que o senhor de todas as pessoas superiorizasse alguém, dando-a direito ao domínio e asoberania).
Apesar de toda a liberdade, o homem não tem o direito de destruir-se ou a qualquer outra criatura, suas posses, saúde, liberdade e/ou propriedade. A lei fundamental do estado de natureza– que governa e que a todos obriga – é a razão, que deve ser sempre consultada. Sendo todos os homens criados por Deus, são propriedades d’Ele, sendo todos iguais, não é possível que alguém se sintasuperior e subordine todos os outros. Qualquer pessoa tem a obrigação de preservar-se como puder e preservar a humanidade, prejudicando aos outros somente quando para castigar a um ofensor.
Para...
tracking img