Analise 'aquela triste e leda madrugada' de luis vaz de camões

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Português

“Aquela triste e leda madrugada”

Aquela triste e leda madrugada,
Cheia toda de mágoa e de piedade,
Enquanto houver no mundo saudade
Queroque seja sempre celebrada.

Ela só quando, amena e marchetada,
Saía, dando ao mundo claridade,
Viu apartar-se d’ua outra vontade,
Que nunca poderá ver-seapartada.

Ela só viu as lágrimas em fio,
que duns e doutros olhos derivadas,
s'acrescentaram em grande e largo rio.  

Ela viu as palavras magoadas,
quepuderam tornar o fogo frio,  
e dar descanso às almas condenadas.  

Tema: Saudade.

Assunto: A madrugada assistiu à separação de duas pessoas que nunca sedeveriam ter afastado.

Outras informações:

-Neste soneto, assiste-se à personificação da madrugada.

Recursos de Estilo

Anáfora: “Ela (inicio 2ª,3ª e4ª estrofe)

Antítese: “triste e leda”

Dupla Adjectivação: “triste e leda madrugada” “grande e largo rio”

Hipérbole: “grande e largo rio”

Perguntas:1-Especifica o desejo expresso pelo sujeito poético na primeira estrofe.
R: O sujeito poético pretende chamar que aquele amor não foi esquecido por ninguém:“Quero que seja sempre celebrada”
2-Sabendo que o poeta desenvolve o tema da dor da separação, qual é o papel da madruga nessa separação?
R: O papel da madrugadanessa separação é de testemunha ou cenário.

3-Justifica a caracterização da madrugada como “triste e leda”.
R: A madrugada sentia-se triste porque estava aassistir à separação de duas pessoas que nunca deveriam ter sido separadas, e também se sentia alegre porque estava a dar lugar a uma manhã alegre e amena.
tracking img