Ambiental

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4311 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PODER CALORÍFICO DA MADEIRA E DE MATERIAIS LIGNOCELULÓSICOS
Publicado na Revista da Madeira nº 89 abril 2005 pag 100-106

Waldir F. Quirino1; Ailton Teixeira do Vale2; Ana Paula Abreu de Andrade3; Vera
Lúcia Silva Abreu4; Ana Cristina dos Santos Azevedo3
RESUMO
Este trabalho foi realizado visando atender as inúmeras consultas efetuadas ao
IBAMA/LPF sobre poder calorífico de espéciesflorestais. Executou-se um
levantamento bibliográfico dos valores de poder calorífico disponíveis na literatura e
alguns calculados pelo IBAMA/LPF. De posse destes dados, elaborou-se duas
tabelas, uma com poder calorífico superior e densidade básica e outra apenas com
poder calorífico superior de espécies florestais. Adicionalmente foram colocadas
algumas considerações que se julga de interessepara o usuário destas
informações.
INTRODUÇÃO
Estudos da madeira como combustível, mostram que a combustão direta da
madeira é sem dúvida o processo mais simples e econômico de se obter energia
(Earl, 1975; citado por CUNHA et al., 1989). O rendimento energético de um
processo de combustão da madeira depende de sua constituição química, onde os
teores de celulose, hemicelulose, lignina,extrativos e substâncias minerais variam
com a espécie e é de grande importância para a escolha adequada da madeira a ser
utilizada.
Tradicionalmente, enxofre e cinzas são considerados as principais impurezas
dos combustíveis. A combustão do enxofre, presente nos combustíveis fósseis, gera
o dióxido de enxofre (SO2), que pode combinar-se com a água formando ácido
sulfúrico diluído ou pode setransformar na atmosfera em outro composto
potencialmente perigoso.
O uso da madeira para produção de energia apresenta menores problemas de
poluição quando comparada aos combustíveis fósseis, tendo em vista que esta
possui um baixo teor de enxofre (CUNHA et al., 1989). Além disto, o uso da
biomassa tem um outro aspecto ambiental favorável já que a emissão de CO2 da
queima da biomassa naatmosfera geralmente é compensada pela absorção no
plantio da nova biomassa (INGHAM, 1999).
Estas vantagens tornam interessante o uso da madeira para fins energéticos,
necessitando, no entanto de uma caracterização adequada.
BRITO & BARRICHELO (1978), citando Junge (1975), Arola (1976) e Corder
(1976), indicaram o poder calorífico, o teor de umidade, a densidade e a análise
imediata como aspropriedades mais importantes da madeira para sua utilização
como combustível.

1

Engenheiro Florestal, Ph.D. – IBAMA/LPF - waldir.quirino@ibama.gov.br
Professor do Departamento de Engenharia Florestal da Universidade de Brasília
3
Graduandas em Engenharia Florestal da Universidade de Brasília
4
Engª. Florestal, mestranda em Ciências Florestais, Universidade de Brasília
2

Desta forma, estetrabalho teve por objetivo caracterizar madeiras exóticas e
nativas quanto ao poder calorífico e densidade básica e complementar com dados
bibliográficos.
Os dados apresentados provêm de diferentes fontes, razão pelas qual não se
aconselha utiliza-los para estudos de correlação entre densidade e poder calorífico.
REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
Poder calorífico
O poder calorífico define-se como aquantidade de energia na forma de calor
liberada pela combustão de uma unidade de massa da madeira (JARA, 1989). No
Sistema Internacional o poder calorífico é expresso em joules por grama ou
quilojoules por quilo, mas pode ser expresso em calorias por grama ou quilocalorias
por quilograma, segundo BRIANE & DOAT (1985).
O poder calorífico divide-se em superior e inferior. O poder caloríficosuperior é
aquele em que a combustão se efetua a volume constante e no qual a água formada
durante a combustão é condensada e o calor que é derivado desta condensação é
recuperado (BRIANE & DOAT, 1985).
O poder calorífico inferior é a energia efetivamente disponível por unidade de
massa de combustível após deduzir as perdas com a evaporação da água (JARA,
1989).
Teor de umidade
Segundo Earl...
tracking img