Aleitamento materno

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de junho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Importância da enfermagem ao aleitamento materno

Nos últimos 35 anos ouve-se muito falar sobre aleitamento materno exclusivo pois nessa data por iniciativa da organização mundial da saúde surgem campanhas para esse fim. Apesar de todo empenho dos profissionais, o Brasil ainda deixa a desejar quanto a quantidade de mães que se dispõe a amamentar seu filho até no mínimo 6 meses devida. Profissionais de enfermagem com a devida formação dos dias atuais encontram-se preparados para realizar as devidas orientações a essas mães e familiares dos recém nascidos, dúvidas não faltam, portanto, o que é indispensável a esses profissionais é conhecimento sobre o assunto, tais como a importância do aleitamento materno exclusivo, não desconsiderando o fator cultural da sociedade que seaplica.

LUNA CAMERON (1989), descrevendo a teoria de LEININGER, afirma que "a Enfermagem é essencialmente uma profissão de cuidados transculturais, a única que se centra na promoção do cuidado humano para pessoas de uma maneira significativa, congruente, respeitando os valores culturais e estilo de vida". Amamentar, ao primeiro olhar, parece-nos algo extraordinariamente instintivo,fácil e natural. Entretanto, sabemos que o desmame precoce decorre de várias causas, entre elas podemos destacar:

• Ausência de um modelo a seguir, tais como: exemplo de mãe ou familiares que amamentaram; desconhecimento sobre o aleitamento materno; orientações errôneas; falta de apoio de outras mulheres;

• Excesso de tarefas no lar; outros filhos para cuidar; trabalho autônomo;pressão da vida moderna;

• Autoconfiança em baixa (desempenho materno confiando mais na mamadeira do que no próprio leite); orientações diferenciadas durante o ciclo gravídico-puerperal de profissionais de saúde e da comunidade.

Diante desses obstáculos que existem é importante deixar claro a essas mães e familiares as vantagens do leite materno. “O leite materno é oalimento natural para os bebês. Ele fornece toda a energia e os nutrientes que o recém-nascido precisa nos primeiros meses de vida e continua a fornecer até metade ou mais das necessidades infantis durante a segunda metade do primeiro ano - e até um terço durante o segundo ano de vida. O leite materno promove o desenvolvimento sensor e cognitivo da criança, além de protegê-la contra doenças crônicas einfecciosas - leite contém linfócitos e imunoglobinas que ajudam o bebê a combater infecções(OMS).”

O aleitamento materno é a mais sábia estratégia natural de vínculo, afeto, proteção e nutrição para a criança e constitui a mais sensível, econômica e eficaz intervenção para redução da morbimortalidade infantil. Permite ainda um grandioso impacto na promoção da saúde integral dadupla mãe/bebê e regozijo de toda a sociedade. Se a manutenção do aleitamento materno é vital, a introdução de alimentos seguros, acessíveis e culturalmente aceitos na dieta da criança, em época oportuna e de forma adequada, é de notória importância para o desenvolvimento sustentável e eqüitativo de uma nação, para a promoção da alimentação saudável em consonância com os direitos humanosfundamentais e para a prevenção de distúrbios nutricionais de grande impacto em Saúde Pública. Porém, a implementação das ações de proteção e promoção do aleitamento materno e da adequada alimentação complementar depende de esforços coletivos intersetoriais e constitui enorme desafio para o sistema de saúde, numa perspectiva de abordagem integral e humanizada.

Cabe ao profissional de saúdeidentificar e compreender o processo do aleitamento materno no contexto sociocultural e familiar e, a partir dessa compreensão, cuidar tanto da dupla mãe/bebê como de sua família. É necessário que busque formas de interagir com a população para informá-la sobre a importância de adotar uma prática saudável de aleitamento materno. O profissional precisa estar preparado para prestar uma assistência...
tracking img