Alcoolismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1472 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
História Natural do Alcoolismo no Brasil
Quando os portugueses chegaram ao Brasil, no inicio da colonização, descobriram o costume indígena de produzir e beber uma bebida forte, fermentada a partir da mandioca, denominada Cauim. Esta bebida era utilizada em rituais, em festas, dentro de uma pauta cultural bem definida.
Já os Portugueses conheciam o vinho e a cerveja, e logo aprenderam a fazera cachaça, o que não foi difícil, pois já faziam o açúcar a partir da cana de açúcar.
A cachaça é conhecida de muito tempo, desde os primeiros momentos em que se começava a fazer do Brasil, o Brasil. O açúcar, para adoçar a boca dos europeus, como disse o antropólogo Darcy Ribeiro, da amargura da escravidão; A cachaça para alterar a consciência, para calar as dores do corpo e da alma, paraaçoitar espíritos em festas, para atiçar coragem em covardes e para aplacar traições e ilusões. Para tudo, na alegria e na tristeza, o brasileiro justifica o uso do álcool, da branquinha a amarelinha, do escuro ao claro do vinho, sempre em diminutivos.

O que é o Alcoolismo?
O alcoolismo é o conjunto de problemas relacionados ao consumo excessivo e prolongados do álcool; é entendido como o vício deingestão excessiva e regular de bebidas alcoólicas, e todas as consequências decorrentes. O alcoolismo é, portanto, um conjunto de diagnósticos. Dentro do alcoolismo existe a dependência, a abstinência, o abuso (uso excessivo, porém não continuado), intoxicação por álcool (embriaguez). Síndromes amnésicas (perdas restritas de memória), demencial, alucinatória, delirante, de humor. Distúrbios deansiedade, sexuais, do sono e distúrbios inespecíficos.
Quando uma pessoa perde o controle sobre a ação de beber ela se torna objeto da bebida, que perturba a consciência para além do domínio que a pessoa tem de si mesma. Eis a embriaguez em sua forma mais simples, uma leitura sem preconceitos, mas ao mesmo tempo carregada com tintas muito fortes, porque nem todos os que bebem são dominados pelabebida.
Entretanto quando o álcool não é utilizado para aumentar a espirituosidade, mas para incentivar, encorajar ou consolar amargura, ele se torna um poderoso fator de desorganização do sujeito como ser social, isto é, para além de si como individuo e de suas relações com os outros, com os íntimos e com os de cerimônia. Quando advém a embriaguez e, com a frequência do uso, o alcoolismo, toda amagia da bebida é substituída pela perversidade da forma como ela é consumida.
O uso abusivo do álcool é um grave problema de saúde pública, responsável por grande numero de doenças, sendo associado a muitos acidentes e episódios de violência, além de levar muitas pessoas à dependência.

Grupos de risco para o alcoolismo – Pré- Patogênese
* As pessoas com histórias familiares de alcoolismopossuem maior probabilidade de começar a beber antes dos 20 anos e se tornar alcoólatras.
* Os homens constituem a maioria dos alcoólatras, mas a incidência do alcoolismo entre as mulheres tem aumentado nos últimos 30 anos.
* O risco de alcoolismo em filhos de pais alcoólatras é de 25%. O vínculo familial é mais fraco para as mulheres, mas os fatores genéticos contribuem para esta doençaem ambos os sexos.
* Pessoas muito deprimidas ou ansiosas apresentam um risco maior para o alcoolismo. A depressão acompanha cerca de um terço de todos os casos de alcoolismo.
* Cientistas estão descobrindo que o álcool relaciona-se com comportamentos impulsivos estabelecidos ainda na infância: crianças hiperativas ou com dificuldade de concentrar atenção apresentam um risco maior dealcoolismo na vida adulta.
* Acreditava-se que o alcoolismo fosse mais prevalente na população de nível sócio-econômico mais baixo, mas na verdade não existem grandes diferenças entre as várias classes sociais. Existe um número quase equivalente de alcoólatras, ainda que o alcoolismo possa ser mais perigoso nas classes mais baixas pela maior dificuldade no acesso a recursos médicos.
Existem...
tracking img