Akjiji

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1561 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FELICIDADE: O BEM SUPREMO, NO LIVRO I DA OBRA: ÉTICA A NICÔMACO DE ARISTÓTELES Jocemar Malinoski1 Sinicley da Silva2 Resumo: Nitidamente a ética de Aristóteles é teleológica. Toda ação humana é realizada em vista de um fim. Se, pois, as ações tendem a um fim e este, por sua vez, deve ser um bem soberano, então, o fim último das ações é o bem. Para Aristóteles, o bem soberano é a felicidade, paraonde todas as coisas tendem. Ela é caracterizada como um bem supremo por ser um bem em si. Portanto, é em busca da felicidade que se justifica a boa ação humana. Todos os outros bens são meios para atingir o bem maior que é a felicidade. Palavras-chaves: Felicidade. Bem Supremo. Fim. Ética. Racionalidade. Nesta comunicação trataremos o tema da felicidade, precisamente no Livro I da Ética aNicômacos de Aristóteles. Apresentaremos a felicidade como sendo o Bem Supremo, para o qual todas as ações dos homens tendem. Examinaremos a felicidade como uma finalidade de vida do ser humano, pois é natural que todo o homem busque uma vida feliz e não a infelicidade. Veremos também em que consiste e como o homem realiza a felicidade no pensamento de Aristóteles, no Livro I da Ética a Nicômacos. Afelicidade é o bem supremo No início do Livro I da Ética a Nicômacos, Aristóteles afirma que “toda arte e toda indagação, assim como toda ação e todo propósito, visam a algum bem; por isso foi dito acertadamente que o bem é aquilo a que todas as coisas visam” (Aristóteles, 1992, 1094 a, p. 17.). Esta passagem caracteriza a ética teleológica de Aristóteles. É natural, ou seja, faz parte da própriaessência do homem direcionar todas as ações para uma finalidade, pois sempre que houver ação, necessariamente haverá uma intenção última. Qual seria esta intenção última para a qual se dirige a ação humana?

1 2

Acadêmicos do Curso de Filosofia da Faculdade Palotina - FAPAS, Santa Maria-RS. Acadêmicos do Curso de Filosofia da Faculdade Palotina - FAPAS, Santa Maria-RS.

2

Na compreensãoteleológica aristotélica do Livro I da Ética a Nicômacos, percebese nitidamente que um bem maior é a finalidade de bens ulteriores. Contudo, deve haver um término, ou seja, um fim último, um bem desejado por si, a saber: Se há, então, para as ações que praticamos alguma finalidade que desejamos por si mesmas, sendo tudo mais desejado por causa dela, e se não escolhemos tudo por causa de algo mais (sefosse assim, o processo prosseguiria até o infinito, de tal forma que nosso desejo seria vazio e vão), evidentemente tal finalidade deve ser o bem e o melhor dos bens (Aristóteles, 1992, 1094 a, p. 17). Aristóteles apresenta uma hierarquia de bens, na qual ele divide os bens em: bens relativos e intrínsecos ao homem. Os relativos são aqueles necessários para a vida cotidiana (bens materiais,prazeres vitais, etc.). Estes mudam constantemente, pois sempre desejam outros e maiores. Já, os bens intrínsecos, não visam outros porque eles são auto-suficientes, ou seja, os bens intrínsecos são bens supremos. Para Aristóteles, a felicidade é um fim último. Ela é, portanto, um bem supremo que todos a desejam. Segundo ele, há uma diversidade de compreensão, por parte dos homens, acerca da natureza dafelicidade. Muitas pessoas confiam que a felicidade está nos prazeres; outras nas honrarias e riquezas. Sobre ela, há também divergências: alguns a identificam com coisas diferentes, dependendo das circunstâncias. Assim, salienta o Estagirita: A maioria pensa que se trata de algo simples e óbvio, como o prazer, a riqueza ou as honrarias; mas até as pessoas componentes da maioria divergem entresi, e muitas vezes a mesma pessoa identifica o bem com coisas diferentes, dependendo das circunstâncias – com a saúde, quando ela está doente, e com a riqueza quando empobrece (Aristóteles, 1992, 1095 a, p. 19). Estes bens (dinheiro, prazeres, honrarias, saúde, etc), são denominados por Aristóteles de bens relativos. Eles são apenas pré-requisitos para atingir a felicidade e, portanto, são meios...
tracking img