Aham

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 52 (12817 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
0

UNIJUÍ – UNIVERSIDADE REGIONAL DO NOROESTE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL DEAg – DEPARTAMENTO DE ESTUDOS AGRÁRIOS

CONTROLE QUÍMICO DE MOLÉSTIAS FOLIARES EM MILHO ( Zea mays L.)

ADRIANO JOSÉ WEBER

IJUÍ (RS) 2010

1

ADRIANO JOSÉ WEBER

CONTROLE QUÍMICO DE MOLÉSTIAS FOLIARES EM MILHO ( Zea mays L.)

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como um dos requisitos para aobtenção do título de Engenheiro Agrônomo, Curso de Agronomia do Departamento de Estudos Agrários da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul.

Orientador: Prof. MSc. Luiz Volney Mattos Viau

IJUÍ (RS) 2010

2

TERMO DE APROVAÇÃO

ADRIANO JOSÉ WEBER

CONTROLE QUÍMICO DE MOLÉSTIAS FOLIARES EM MILHO ( Zea mays L.)

Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação emAgronomia da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, defendido perante a banca abaixo subscrita.

Ijuí, 03 de agosto de 2010.

______________________________________ Prof. MSc. Luiz Volney Mattos Viau DEAg/UNIJUÍ – Orientador

______________________________________ Eng. Agr: Cesár Oneide Sartori DEAg/UNIJUÍ

3

Dedico

a

toda

minha

família,principalmente meus pais, José e Olinda e minha namorada Adriane, pelo respeito, estímulo e confiança.

4

AGRADECIMENTOS

Agradeço primeiramente a Deus, por ter me concedido todas as oportunidades que muitos não tiveram. Ao Professor MSc. Luiz Volney Mattos Viau, pelas horas de atenção e excelente orientação. Ao Professor Dr. José Antônio Gonzalez da Silva, pelo auxílio com a análise estatística.Aos Colegas e amigos, Almir Vorpagel, Fabiano Martins, Emerson E. Antônio, Eduardo Fronza, Pablo de Freitas, Maílson Batista, Diego Martins, Uilian Wünder, Rodrigo Baldissera e Adair J. da Silva, pela auxílio na condução do experimento. Aos Colegas Diego Matte e Eduardo Fronza, que doaram as sementes utilizadas. Aos funcionários do IRDeR/DEAg/UNIJUI, em especial ao César O. Sartori, pela prontidãoe auxílio. A todos aqueles que, embora não citados aqui, sabem que contribuíram em alguma etapa de minha vida.

5

CONTROLE QUÍMICO DE MOLÉSTIAS FOLIARES EM MILHO ( Zea mays L.)

ADRIANO JOSÉ WEBER Orientador: Prof. MSc. Luiz Volney Mattos Viau.

RESUMO

O controle químico de moléstias da parte aérea do milho foi avaliado em experimento conduzido no Instituto Regional de DesenvolvimentoRural (IRDeR/DEAg/UNIJUI), na localidade de Augusto Pestana - RS. Foram avaliados os fungicidas a base de Tebuconazol e mistura Epoxiconazol + Piraclostrobina, sendo usados como genótipos reagentes os híbridos P30F53, AG 9045 e AS 1550, em delineamento experimental de blocos ao acaso com quatro repetições, em parcelas constituídas de cinco fileiras de cinco metros de comprimento espaçadas de 0,6metros, numa população correspondente a 65.000 plantas por hectare. O plantio foi realizado em 03 de outubro de 2009, de forma manual com equipamento denominado “saraquá”. A aplicação dos fungicidas foi nos estádios fenológicos V9 e Pendoamento (VT), usando o produto comercial Rival (1,0 L ha-1) e Opera (0,75 L ha-1), numa vazão de 250 L ha-1, com pulverizador costal. As determinações foram dasvariáveis, rendimento de grãos e componentes do rendimento, bem como da severidade de doenças. Os resultados de produtividade não foram influenciados pelo controle químico de moléstias. Entretanto, os fungicidas aplicados reduziram a severidade de moléstias, evidenciando interação genótipo x fungicidas. Palavras Chave: milho, moléstias, severidade, controle químico, fungicidas, produção de grãos. 6

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO ........................................................................................................................ 9 1 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA ........................................................................................... 11 1.1 A Cultura do Milho: Aspectos Gerais............................................................................11 1.2...
tracking img