Agronomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3932 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Atualmente, a pecuária de corte passa por um processo nítido de incorporação de tecnologias, em áreas produtoras de maior importância, com reflexo positivo sobre a produtividade. Observa-se nessas áreas uma mudança de atitude de parcela significativa de pecuaristas, movidos pela necessidade de obter maior eficiência produtiva, após a estabilização da moeda, que desestimulou a produção com finsespeculativos e a compra e venda de gado como forma de obtenção dos lucros anteriormente proporcionados pela elevação de preços.

De forma simplificada, podem-se agrupar as propriedades em dois subsistemas de produção: um subsistema tradicional (extensivo) e um subsistema melhorado (semi-intensivo ou intensivo).

No subsistema tradicional, predomina a pecuária extensiva, dependente basicamentedo suprimento de nutrientes pelos pastos, restringindo-se à suplementação alimentar ao fornecimento de sal comum e/ou suplemento mineral aos animais. A suplementação na época da seca é feita somente com suplemento ureado (20 a 30% de uréia na mistura mineral) ou um proteinado de baixo consumo. Nesse subsistema, não há investimento em melhoria da qualidade das pastagens, que se encontram em estágiosvariados de degradação, a produtividade anual é abaixo de 120 kg de peso vivo ou menor que 4 arrobas por hectare ano. As taxas de desmama, normalmente, são abaixo de 60%, com a idade de abate dos machos e a idade ao primeiro parto da matriz acima dos 42 meses de idade. Nesse subsistema o ganho médio de peso diário dos animais durante as águas situa-se entre 0,4 e 0,5 kg/cabeça, e na época daseca, os animais mantêm peso, ou podem chegar a perder uma arroba no período.

No subsistema melhorado, é crescente a preocupação com a manutenção e melhoria da qualidade das pastagens, verificando-se maior emprego de fertilizantes, utilização de rotação e/ou irrigação de pastagens e implantação de culturas forrageiras anuais de inverno e verão. A suplementação mineral durante a época das águas érotina, e além desta é feita a suplementação nutricional estratégica de diferentes formas:

1) Rações e/ou suplementos protéico minerais para creep-feeding;
2) O uso de suplementos proteinados – médio e alto consumo, nas diferentes época do ano (transição água-seca, seca, transição seca-águas);
3) Rações concentradas a pasto (semiconfinamento);
4) Suplementação de inverno e/ouverão com forrageiras e/ou rações concentradas;
5) Confinamento.

Estas estratégias possibilitam maior desempenho animal com melhora na eficiência alimentar e, consequentemente, a redução da idade de abate e da idade ao primeiro parto. A produtividade anual é acima de 180 kg de peso vivo ou maior que 6 arrobas por hectare ano. As taxas de desmama, normalmente, são acima de 75%, com a idade deabate dos machos e a idade ao primeiro parto da matriz variando de 24 a 36 meses de idade. Nesse subsistema o ganho médio de peso diário dos animais durante as águas situa-se entre 0,6 e 0,8 kg/cabeça, e na época da seca, os animais podem ganhar de 0,5 a 1,0 kg/dia a pasto, ou ainda, acima de 1,0 kg por dia em sistema de confinamento.

As dietas para bovinos em confinamento nos Estados Unidoscostumam ter cerca de 80% de concentrado ou grãos (na matéria seca), pois o custo por megacaloria de energia é menor quando comparada ao volumoso. Além disso, a taxa de eficiência de crescimento de animais é melhorada nessa dieta que contem maior concentração de energia do que nas dietas de maior proporção de volumoso.

Nesse contexto o uso de dietas de maior proporção de concentrado vem sendousada nos últimos anos, principalmente, em confinamentos no Brasil, para obter maior ganho de peso e menor custo unitário do kg produzido. Portanto, o objetivo dessa revisão é demonstrar a finalidade de utilização dessas dietas nos aspectos produtivos e econômicos durante a fase de terminação dos bovinos de corte.

2. Aspectos fisiológicos no metabolismo de carboidratos de bovinos de corte...
tracking img