Agroecologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 69 (17121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO


Há tempos o homem vem fazendo uso dos recursos naturais disponíveis e descobrindo a cada dia novas formas de explorá-lo. No início, esta exploração era feita de maneira bem equilibrada, pois o homem não dispunha de grandes meios e artifícios de extração dos materiais, por isso pode-se dizer que esta relação homem-natureza se dava de forma controlada, já que os recursosnão eram extraídos de maneira exaustiva.
Com o passar dos anos, o aumento populacional e a chegada de novas tecnologias, o nível de exploração cresceu de maneira exorbitante, a ponto de a natureza, diante de tamanha exploração, não apresentar mais os mesmos níveis de recomposição. O maior problema disso é a falta de planejamento a médio e longo prazo, onde o mais importante da exploração serefere ao lucro obtido.
O termo Desenvolvimento Sustentável foi proposto pela Comissão Mundial do Desenvolvimento e Meio Ambiente no ano de 1987, formada pela Organização das Nações Unidas, sendo definido como: “Atender às necessidades da geração presente sem comprometer a habilidade das gerações futuras de atender às suas próprias necessidades”, concluindo assim, que era tecnicamenteviável promover as necessidades mínimas da população atual, sem contudo, degradar de maneira continuada os ecossistemas naturais e seus respectivos recursos.
Todavia, isto nos tempos atuais, se mostra como um grande desafio a ser vencido, já que a busca indiscriminada por capital, faz com que este conceito tão bem elaborado e abrangente fique por alguns, esquecido no tempo. Existem inúmerasatividades humanas dependentes e detentoras dos recursos naturais, muitas delas, usam os recursos de maneira muito agressiva, ocasionando caos e desequilíbrios em diversos pontos do planeta.
Mas o que se precisa deixar claro é que mesmo sendo consideradas atividades degradadoras do ambiente, muitas delas são fundamentais para sobrevivência humana, como por exemplo a agricultura e apecuária. O problema não está na atividade simplesmente, mas sim, na forma como esta atividade é exercida.
A agricultura foi definida como “a arte de modificar os ecossistemas, em termos econômicos e sem produzir danos irreversíveis” (Malavolta, 1997). Mas segundo Paterniani (2001), a essa definição pode-se acrescentar um componente importante: o fator ciência, pois para ele o cultivo das plantaspara atender às necessidades humanas é atividade essencialmente dependente de condições edafo-climáticas, socio-econômicas e nível de conhecimentos técnicos. As técnicas agrícolas são, assim, muito diversificadas tanto ao longo do tempo quanto nas diferentes regiões do planeta.
Paterniani (2001) afirma que:


Na agricultura o conceito de sustentabilidade não pode ter oaspecto estático, pelo qual os sistemas agrícolas são considerados sustentáveis desde que a produção seja mantida nos níveis atuais. Muitas práticas agrícolas podem ter sido consideradas sustentáveis no passado, ou mesmo no presente, segundo as condições socio-econômicas, edafoclimáticas e demais características locais.


Segundo FAO (1989), o objetivo de uma agricultura sustentáveldeve ser o de envolver o manejo eficiente dos recursos disponíveis, mantendo a produção nos níveis necessários para satisfazer às crescentes aspirações de uma também crescente população, sem degradar o meio ambiente.
Diante disso, num conceito mais dinâmico, a sustentabilidade deve considerar as mudanças temporais das necessidades humanas, especialmente relacionadas a uma população emcontinua ascensão, bem como uma adequada percepção da relação ambiente e agricultura.
Para Bezerra e Veiga (2000):
A idéia de uma ‘agricultura sustentável’ revela, antes de tudo, a crescente insatisfação com o status quo da agricultura moderna. Indica o desejo social de sistemas produtivos que, simultaneamente, conservem os recursos naturais e forneçam produtos mais...
tracking img